Mãe sai em defesa de Muralha: "Futebol não se joga sozinho"

UOL: O ano do goleiro Alex Muralha foi longe de ser tranquilo. O jogador do Flamengo foi muito criticado pelas atuações e sua mãe, Jaqueline, fez um apelo aos torcedores e a todos que reclamaram do arqueiro. Cansada, ela disse em entrevista à “Radio Bandeirantes” quer que as pessoas parem de expor negativamente a imagem do filho.

“Esquece dele um pouco, deixa ele em paz. É isso que queria pedir. Deixa ele quietinho reconstruir a carreira dele. Porque parece que todo mundo queria destruir ele, ninguém conhece o ser humano, a pessoa boa que ele é. Se soubesse o quanto ele é bom. É isso que eu gostaria, que deixassem ele em paz”, falou Jaqueline em entrevista à “Rádio Bandeirantes” no último domingo (24).

Foto: Reprodução
Aos 28 anos, Muralha chegou a ser convocado por Tite para a seleção brasileira antes de entrar em má fase. Segundo a mãe do goleiro, o filho foi injustiçado, porque os comentários negativos sobre as derrotas ou fracassos do Flamengo sempre eram direcionados a ele.

“A impressão que eu tenho é que ele entrou em campo sozinho, que foi ele contra os 11 e não 11 contra 11. Que se não ganhou a Copa do Brasil foi por causa dele, porque não pegou o pênalti. Mas e os outros? Não fizeram o gol também, não é verdade? O futebol é uma equipe, não é um só que joga sozinho”, acrescentou a mãe de Muralha.

Jaqueline ainda comentou que o ano da má fase de Muralha apagou toda a história da carreira do jogador, que tem contrato com o Rubro-negro até 31 de dezembro de 2020.

“Foi difícil, porque ele é meu filho. Qualquer pai, qualquer pai nunca quer ver isso. Hoje está assim, é o momento, ninguém analisa mais a história, ninguém tem história mais. Tudo é analisado no momento. Parece que eles têm que acertar sempre, são infalíveis. Não é, todo mundo falha. A diferença é que ele está na mídia, mas todo mundo erra”, declarou Jaqueline.

Recentemente, o goleiro Alex Muralha admitiu que seu futuro pode ser longe do Flamengo. O jogador afirmou que, caso deixe o clube carioca, pretende dar a volta por cima em outro lugar e retornar no futuro ao time rubro-negro.

“Não sei se no ano que vem eu continuo aqui, porque ainda tenho contrato (até 2019). Fiquei sob ameaças, um bom tempo sem ir na rua, só treinava e jogava. Não ia na padaria, no mercado, não ia no cinema com a minha mulher. Se eu sair, eu quero voltar e mostrar quem eu sou. Não quero ninguém com pena de mim, até porque tenho saúde e não sofri nenhuma lesão. Eu quero ser grande novamente dentro do Flamengo”, afirmou Muralha, em entrevista ao “Esporte Espetacular”.

Segundo ela, o filho foi injustiçado, porque os comentários negativos sobre as derrotas ou fracassos do Flamengo sempre eram direcionados a ele.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget