Presidente do Flamengo não nega Fred, mas evita criar expectativa

Ele preferiu manter em sigilo o futuro de Paolo Guerrero, apesar de querer continuar contando com o jogador.

SPORTV: Na cidade de Luque, no Paraguai, para o sorteio da Libertadores da América, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, falou à reportagem do SporTV sobre diversos assuntos, os principais deles referentes à mesma posição: centroavante. Primeiro, o dirigente desconversou sobre a proposta feita a Fred, do Atlético-MG, e depois preferiu manter em sigilo o futuro de Paolo Guerrero, apesar de querer continuar contando com o jogador.

- Não posso falar absolutamente nada, porque o Flamengo nunca comenta possíveis contratações. Como sou torcedor, sei que esse tipo de especulação de fim e início de ano acaba prejudicando as verdadeiras negociações que acontecem e acabam frustrando a torcida. Como saí frustrado diversas vezes como torcedor, não quero fazer isso com os nossos torcedores (...). (Fred) é um excelente centroavante, assim como Lewandowski, como Agüero, o Jô, o Lucas Pratto, o Henrique Dourado, o Guerrero e Vizeu. Então, acho que é um jogador que interessaria a qualquer clube.

Eduardo Bandeira de Mello, Presidente do Flamengo, no SporTV - Foto: Reprodução
Quanto ao atacante peruano Paolo Guerrero, suspenso por um ano por doping, sua situação também é uma incógnita. Bandeira de Mello disse que as conversas serão internas sobre uma possível rescisão ou não de contrato, mas que pretende tê-lo no futuro.

- Estamos acompanhando o processo, o jogador está se defendendo. Agora, as negociações entre Guerrero e jogador vocês vão entender que elas têm que se manter em reserva. À rigor, são detalhes que só interessam ao clube, ao jogador e seus procuradores. Tudo que puder vir a ser discutido vai ficar entre o Flamengo e o jogador, mas é claro que no longo prazo o Flamengo pretende continuar contando com o Paolo.

O presidente do clube carioca vai aproveitar a passam pela sede da Conmebol para conversar com o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, a respeito das denúncias feitas contra o clube pelos incidentes na final da Copa Sul-Americana. As punições previstas vão desde advertência a multa de US$ 400 mil a exclusão de competições, passando por perda de mando de campo até a obrigação de tirar partida de um país.

- O Flamengo trouxe aqui uma farta documentação que comprova as ações que adotou previamente à partida, já sabendo que uma tragédia poderia acontecer, e infelizmente aconteceu. O que precisamos é exatamente delimitar as responsabilidades de cada ator envolvido. Com a documentação que trouxemos, acho que vai ficar bastante claro que o Flamengo adotou as medidas cabíveis previamente ao jogo, e que infelizmente aquilo aconteceu. O mais importante de tudo daqui para frente é que a gente evite que uma nova tragédia volte a acontecer, por isso o Flamengo procurou o Ministério Público (RJ), conversamos com o procurador geral, e amanhã tenho uma reunião com secretario de Segurança do Rio, e temos que agir proativamente para que o Maracanã não volte a ser palco de uma vergonha daquela.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget