Primeira batalha do Flamengo

Olhando assim nossa vida no Brasileirão é até estranho ver que temos ótimo retrospecto como visitantes na Sula.

BOTECO DO FLA: Sorin

Ainda não é O Dia, mas chegou o dia da primeira batalha na decisão da Sul-Americana. Um peso a menos e um peso a mais sobre os ombros.

Mais leve por ter garantido a Fase de Grupos da Libertadores via Brasileirão em uma rodada pra lá de tensa no último domingo, o Flamengo vai a campo lutar pela taça, e carrega o peso extra de "uns abas" necessitando de auxílio.

Vasco da Gama, Galo e Sport Campeão de Todo o Universo Recife precisando de um apoio. Em mês de Natal e confraternização entre os povos, nada mais justo que dar apoio a quem precisa. É bom que tira um pouco o peso dos secadores da Arcoirizada, já que quase todo mundo está de férias. Dos três co-irmãos citados, o Atlético arregou total. Dependendo do Flamengo pra poder brincar na pré Liberta, mais de 70% declararam torcida pelo rubro-negro em enquete feita pelo GE.

Foto: Gilvan de Souza
Os 11 que começam, como já é hábito no Flamengo do Profe Rueda, só logo mais. Ainda pendentes a entrada ou não do Everton, e qual dupla de zaga será escolhida para os trabalhos iniciais dos duelos contra os hermanos. Acredito que um dos escolhidos seja o Juan... Bem... Eu nem sei se acredito mesmo ou se apenas estou torcendo por isso.

Do lado de lá... Do lado de lá... O Independiente tenta retomar algo que está tão entranhado em sua história, conquistas internacionais, que até o nome do estádio da equipe é "Libertadores da América". O time conta com uma curiosa e invejável estatística: tem mais títulos internacionais que nacionais no currículo. Só da Liberta são 7, incluindo um Tetra sem interrupções (isso mesmo) entre 72 e 75. Falando só de momento, no atual campeonato argentino vem fazendo... Hmmmm... Ok... Cosplay de Flamengo, ocupando uma insossa sétima posição, nove pontos atrás do líder Boca Juniors.

Enquanto o Flamengo vem da louca e vitoriosa maratona dos confrontos contra J. Barranquilla e Vitória, nossos adversários descansaram e se prepararam após eliminarem o Libertad no dia 28 do mês passado. O último jogo pelo campeonato nacional foi adiado.

Olhando assim nossa vida no Brasileirão é até estranho ver que temos ótimo retrospecto como visitantes na Sula. E não é que são três vitórias e um empate? Contando aí a vitória "fora" contra o fluminenCe.

Na parte técnica e na tal La Intensidad as duas últimas partidas contra colombianos e baianos não empolgaram muito, mas acabou dando tudo certo.

Rueda bem observou da importância do Flamengo estar constantemente envolvido em disputas internacionais. Ainda tem rubro-negro minimizando por conta dos nossos pífios desempenhos nas últimas Libertadores que participamos. Profe com razão total nessa, e o negócio é disputar mesmo o principal torneio do continente em todas as edições. Uma hora a coisa vai. Logo... Hora de começar nossas despedidas formais da Sula, e dar adeus em alto estilo, com título e volta olímpica.

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget