Querendo voltar ao Flamengo, Júlio César minimiza questão salarial

GILMAR FERREIRA: O goleiro Júlio César, de 38 anos, chega ao Brasil até o próximo domingo disposto a dar seguimento na carreira, depois de 15 temporadas no futebol europeu.

Com uma breve passagem pelo futebol canadense.

Quer jogar por mais uma temporada no Flamengo, clube que o revelou e por onde conquistou quatro títulos Estaduais e uma Copa Mercosul entre 1999 e 2004.

Rubro-negro declarado, com três Copas do Mundo no currículo, Júlio César vem conversando com o vice-presidente de futebol Ricardo Lomba.

E já avisou que não há preocupação com a questão financeira.

Júlio César, ex-goleiro do Flamengo - Foto: Divulgação
O assunto será discutido após a final da Sul-Americana.

O TEMA é delicado.

O jogador do Benfica chegou a anunciar há dez dias o fim de seu ciclo profissional.

Mas foi convencido por amigos rubro-negros a deixar em aberto a possibilidade de prorrogar a carreira em um ano de despedida pelo Flamengo.

A possibilidade o agradou e foi levada à direção do clube, que também gostou da ideia.

O titular Diego Alves acabava de ter confirmada a fratura na clavícula, e Muralha, reserva imediato, enfrentava a ira dos inconformados com a má fase.

O momento era dos mais propícios.

ACONTECE que as boas atuações de César, de 25 anos, campeão da Copa Paulista pela Ferroviária, trouxe questionamentos.

E antes até de o caso ser levado ao executivo Rodrigo Caetano, gestor do futebol.

Em tese, o clube não terá Diego Alves no campo até o final de janeiro, prazo previsto para o período de readaptação aos treinos específicos.

A expectativa é tê-lo apto para a estreia na Libertadores, em 28 de fevereiro.

Como Muralha não ficará, César passaria à reserva imediato.

Mas como o goleiro da final da Sul-Americana só voltará de férias dois dias antes do início do Estadual.

O clube iniciará o ano com Thiago, de 21 anos, e Gabriel Batista, de 19.

A DISCUSSÃO estaria no custo & benefício.

É certo que Júlio César fará bem ao Flamengo por ser um jogador consagrado, de alma rubro-negra e uma excelente conduta.

E, convenhamos, é reconfortante disputar a Libertadores com dois goleiros internacionais à disposição do técnico.

Mas, por menor que seja a remuneração, seria justo impedir o desenvolvimento de César, de 25 anos, também revelado na base?

Em 2011, o jovem foi campeão da Copa São Paulo e reserva da seleção sub 20 campeã mundial na Colômbia...

Está há anos no clube esperando uma oportunidade.

E eis que ela surge colocando nas mãos dele a incumbência de levar o time ao título continental que não levanta desde 1999.

E se o troféu não vier, César já terá sido peça fundamental na vitória que garantiu o Flamengo na fase de grupos da Libertadores do ano que vem.

Eis o dilema rubro-negro.

A possibilidade o agradou e foi levada à direção do clube, que também gostou da ideia.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget