Retrospectiva: Guerrero decide e Flamengo conquista o Carioca

FUT RIO: O Flamengo foi o campeão Carioca de 2017 com o brilho do atacante peruano Paolo Guerrero. O jogador assumiu o protagonismo no time do rubro-negro no período de ausência do meia Diego, lesionado. O camisa 9 do Fla foi o artilheiro da competição com dez gols marcados - um a mais que Adriano do Nova Iguaçu. Na decisão contra o Fluminense, o goleador foi determinante ao marcar o gol de empate que encaminhou o título invicto da competição.

O certame de 2017 também ficou marcado como o primeiro com a fase Seletiva, onde os quatro piores times do campeonato anterior brigavam por duas vagas na parte principal do torneio junto com as equipes que subiram da Série B do Carioca - que poderiam sequer enfrentar os considerados times grandes, fato que aconteceu com o Campos.

Foto: Divulgação
Nesta edição de 2017, o time de menor investimento que brilhou foi o Nova Iguaçu, que apesar de conseguir a classificação no saldo de gols, na fase Seletiva, faturou o título do Quadrangular Extra da Taça Guanabara e também o da Taça Rio, além de beliscar a classificação à Série D do Brasileirão em 2018.

Grupo X define rebaixados que jogam Série B1 ainda em 2017. Quem se salva encerra calendário

A Portuguesa, com muita tranquilidade, e o Nova Iguaçu, ganhando por um gol de saldo da Cabofriense, passaram à fase principal do Campeonato Carioca. Os outros quatro times faziam um Grupo X da competição, começando do zero a pontuação. Bonsucesso, Campos, Cabofriense e Tigres do Brasil fizeram parte da disputa. E com uma grande diferença: o rebaixado jogaria ainda este ano a Segundona e quem permanecesse na Primeira Divisão não teria mais calendário em 2017.

Nesta fase da competição quem sobrou foi a Cabofriense, que somou 16 pontos em seis jogos: cinco vitórias e um empate. A outra vaga foi decidida de maneira emocionante entre Campos e Bonsucesso. O Cesso, com duas vitórias, conseguiu permanecer na elite com a chegada de Duílio como treinador.

Semanas antes, quando Herón Ferreira, antigo técnico da equipe foi demitido, José do Egito, gerente de futebol do clube, tinha afirmado que nem o técnico espanhol Pep Guardiola daria jeito na equipe. Após a permanência na elite garantida, os jogadores cantaram, no gramado de Moça Bonita, que Duílio era o Guardiola do Brasil.

O outro rebaixado, além do Campos, foi o Tigres do Brasil. A Fera da Baixada apostou no trabalho de Felipe como treinador. O ex-jogador vascaíno tentou por em prática o que acreditava de futebol, mas não conseguiu os resultados e foi substituído por Manoel Neto, que não conseguiu evitar o descenso.

Bangu contrata Loco Abreu, mas não tem resultado em campo

A grande contratação dos times de menor investimento, sem dúvidas, foi o uruguaio Loco Abreu. Apresentado em Moça Bonita, em dia típico da Zona Oeste, com quase 40 graus, o jogador foi recebido pela torcida e pela imprensa, que buscava uma palavra do novo atacante. Abreu utilizou a camisa 113, em homenagem a idade do Alvirrubro.

Em campo foram apenas 10 jogos e três gols marcados. Um deles contra o Vasco, em Moça Bonita, na especialidade do jogador: o gol de cabeça. O atleta sequer terminou a competição com o Bangu, não atuando na última rodada. Experiente, usou conseguia utilizar sua influência na equipe, o que gerou desentendimento internos em certos pontos da campanha do Carioca.

Na fase principal, dois turnos que não valiam nada, mas Flu e Vasco levantam canecos

Com uma quantidade de times menor na fase principal e com o retorno das Taças Guanabara e Rio, o calendário ficou menor. Mas a mudança no regulamento fez com que o título do turno não desse vaga direta à final da competição. Os campeões de turno eram simbólicos, já que os semifinalistas eram decididos pelas melhores campanhas gerais. Apesar da situação, Fluminense e Vasco levantaram troféus.

No primeiro turno, o Fluminense decidiu a Taça Guanabara com o Flamengo. Em uma partida emocionante, que terminou 3 a 3, o Tricolor foi campeão nos pênaltis. No segundo turno, o Vasco bateu o Botafogo, no Nilton Santos. A equipe Alvinegra, pensando na Libertadores, entrou em campo com jogadores considerados reservas, além do volante Bruno Silva. Com umhomem a mais no segundo tempo, o Cruz-Maltino de Milton Mendes venceu o duelo.

Nova Iguaçu sobra nos dois turnos do Quadrangular Extra e fatura títulos

O Nova Iguaçu venceu os dois turnos do Quadrangular Extra, sempre com uma decisão por pênaltis no meio do caminho. No primeiroturno foi na final contra o Volta Redonda, quando depois de empatar em 2 a 2, no tempo normal, venceu nas cobranças por 5 a 4. Antes o time já tinha eliminado o Bangu de Loco Abreu, na semi.

Já no segundo Quadrangular, a vitória nos pênaltis aconteceu na semifinal, contra a Portuguesa. No tempo normal empate em 0 a 0. Na marca da cal vitória por 4 a 2. Na grande decisão, o time passou sem sustos pelo Boavista, vencendo por 3 a 0.

Fla-Flu na final depois de 22 anos e vitória do time da Gávea

Flamengo e Fluminense voltaram a decidir o Campeonato Carioca depois de 22 anos. A última vez que tinha acontecido, foi no histórico duelo que Renato Gaúcho marcou de barriga e tirou a conquista do Rubro-Negro no centenário do clube da Gávea.

Para chegar na final, o Fla eliminou o Botafogo na semif, e o Flu, o Vasco. No primeiro jogo decisivo, vitória do Flamengo por 1 a 0, com gol de Everton. O camisa 22 se aproveitou de falha do zagueiro Renato Chaves e deu a vantagem para o Mais Querido.

Mais agressivo no segundo jogo, o Tricolor, com menos de cinco minutos, saiu na frente com Henrique Dourado. O resultado de 1 a 0 levava o jogo para os pênaltis. Nesse cenário, o peruano Paolo Guerrero apareceu. Já próximo dos 40 minutos do segundo tempo empatou o jogo. Com o Flu desesperado no ataque, o Fla conseguiu ampliar com Rodinei, nos acréscimos. O lateral marcou o gol em Orejuela, que fazia a função de goleiro, já que Diego Cavalieri tinha sido expulso minutos antes exatamente por uma falta sobre o camisa 2 do Flamengo. Com o 2 a 1, o Flamengo conquistou o 34ª título estadual

Flamengo e Fluminense voltaram a decidir o Campeonato Carioca depois de 22 anos.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget