Retrospectiva: Na Base, Fla presente em finais cariocas e nacionais

No sub-17 o título ficou com o Flamengo. Esta disputa ficou polarizada entre o Rubro-Negro e o Botafogo.

FUT RIO: O Flamengo foi o clube que se destacou neste ano na categoria de base no futebol do Rio de Janeiro. O Rubro-Negro chegou nas finais de três categorias do Campeonato Carioca. O sub-15, sub-17 e sub-20. Contudo, só o time juvenil saiu com o título estadual. A equipe de juniores do Fla ainda ficou com o vice-campeonato da Copa do Brasil da categoria, comprovando a força da time da Gávea.

No cenário nacional, o futebol carioca não teve grande destaque como em anos anteriores. O Botafogo, que em 2017 defendia o título do Brasileirão sub-20 não mostrou o mesmo desempenho na competição e foi eliminado na terceira fase do certame.

No Carioca sub-20, Vasco vence dois turnos, confirma o título contra Fla

Foto: Divulgação
O Estadual sub-20 teve o Vasco sendo campeão três vezes. A equipe Cruz-Maltina venceu os dois turnos, além da decisão geral do certame. O regulamento das competições da categoria é igual ao dos profissionais, portanto o título de turno não valia uma vaga na final nem dava benefícios na disputa. Apesar da situação, o time da Colina histórica bateu o Flu, no primeiro turno, o Rubro-Negro no segundo e de novo na decisão geral.

No sub-17 o título ficou com o Flamengo. Esta disputa ficou polarizada entre o Rubro-Negro e o Botafogo. As duas equipes estiveram nas duas finais de turno, em que o Mais Querido saiu vencedor da Taça Guanabara e o Alvinegro da Taça Rio. Diferente do sub-20, o regulamento previa que a final acontecesse entre os dois campões de turno e portanto os times se encontraram de novo na decisão, com nova vitória do time da Gávea.

Ainda na elite, o Fluminense dominou o sub-15. O Tricolor venceu os dois turnos e não precisou de final para conquistar o Carioca da categoria. As duas decisões de turno aconteceram contra o Flamengo, mas o time das Laranjeiras não deu chances para o adversário em ambas.

Olaria segue mostrando a força da base e fatura mais um Estadual

O Olaria mais uma vez ficou com o título do Carioca de juniores da Série B1, confirmando ainda mais a força da base do clube da região da Leopoldina. Assim como na categoria equivalente da Primeira Divisão, o campeonato sub-20 da Série B1 tem o regulamento como espelho do profissional. O Azulão da Bariri ganhou os dois turnos - bateu São Gonçalo EC e America - e ainda teve que enfrentar de novo, na grande decisão, o time Rubro. A equipe confirmou o título e reforçou a hegemonia nesta divisão.

Na série B2 do Campeonato Carioca o Maricá foi o destaque ao ganhar o título sobre o Nova Cidade. Na novidade deste ano, a última divisão do Rio de Janeiro, a Série C, o Pérolas Negras repetiu o feito da equipe profissional e foi campeão. O time de Paty do Alferes venceu o Itaperuna na decisão.

Nos pênaltis, Botafogo bate a Portuguesa e leva o Torneio OPG

O Botafogo voltou a conquistar o Torneio OPG nesta temporada e na levada do goleiro Diego. O arqueiro foi o principal personagem na grande decisão da competição, no Nilton Santos. O Glorioso duelou com a Portuguesa, em duas partidas que terminaram empatadas em 1 a 1. Nos pênaltis, o arqueiro repetiu o feito dos goleiros do time principal e se destacou nas defesas.

Durante a campanha na competição, o Alvinegro eliminou na segunda fase Flamengo, Fluminense e Audax Rio. Por sua vez, a Portuguesa reviveu a rivalidade com o Olaria, nesta categoria, com uma disputa emocionante, resolvida somente na última rodada, com um empate entre os times.

Flamengo vai longe nos certames nacionais

Nos torneios da CBF o Flamengo também foi destaque. Do Rio de Janeiro, o Rubro-Negro foi o time que mais longe na Copa do Brasil, tanto sub-17, quanto sub-20. Nos juniores, o Flamengo foi vice-campeão do certame, ao perder nos pênaltis, dentro do Luso Brasileiro para o Atlético (MG), que antes já tinha eliminado o Vasco também no Rio. Nos juvenis, o Fla saiu na semifinal após ser eliminado pelo Palmeiras, depois de uma derrota por goleada, 4 a 1, em São Paulo, e um empate em 3 a 3 dentro de casa.

Já no Brasileirão sub-20, a expectativa ficou em cima do Botafogo, detentor do título na primeira edição da competição. O Alvinegro até fez bonito, mas foi eliminado na terceira fase do certame. O Fluminense também avançou até este momento do campeonato, mas não conseguiu superar os adversários e chegar à semifinal.

Em 2017, a CBF ainda criou o Brasileirão de Aspirantes, para meninos de até 23 anos de idade. A medida visava dar mais rodagem a alguns atletas sem espaço no time principal. O regulamento previa a utilização de três jogadores além da idade limite - nos moldes dos Jogos Olímpicos. Apenas o Botafogo entrou na disputa e acabou saindo ainda na primeira fase.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget