Rueda busca marca inédita entre técnicos estrangeiros no Brasil

Nunca antes na história deste país, um treinador estrangeiro conseguiu ser campeão de um torneio internacional. É a vez do técnico do Flamengo.

SUPER ESPORTES: Um ato de nobreza de Reinaldo Rueda no ano passado, horas depois do acidente aéreo com o voo da Chapecoense, pode ser recompensado nesta quarta-feira (13/12), no Maracanã, com uma página histórica no livro dourado do futebol. Nunca antes na história deste país, um treinador estrangeiro conseguiu ser campeão de um torneio internacional reconhecido pela Conmebol e/ou a Fifa à frente de um clube brasileiro (ler arte).

O colombiano de 60 anos pode ser o pioneiro se o Flamengo derrotar o Independiente por dois gols de diferença na final da Copa Sul-Americana, nesta quarta, às 21h45, no Maracanã. Triunfo por um gol de diferença arrasta a decisão para a prorrogação. Em último caso, haverá disputa por pênaltis. Como venceu o duelo de ida por 2 x 1, o time argentino apelidado de Rei de Copas tem a vantagem do empate para conquistar o bi.

Reinaldo Rueda, técnico do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Há um ano, Reinaldo Rueda era finalista da Sul-Americana com o Atlético Nacional. Decidiria o título no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín. O acidente com a Chapecoense, que matou 71 pessoas, impediu a decisão. Horas depois da tragédia naquele 29 de novembro de 2016, Reinaldo Rueda revelou ao Correio. “Sugeri à diretoria e aos meus jogadores que a Chapecoense seja proclamada campeã da Copa Sul-Americana. Não precisamos dividir o título.”, antecipou em entrevista por telefone.

Um ano depois, está novamente na final da Sul-Americana. Sonha com o único título continental que falta em seu currículo. Ganhou a Libertadores (2016) e a Recopa (2017) pelo Atlético Nacional. Falta a Sul-Americana. O mundo da bola deu voltas. Reinaldo Rueda estava estudando futebol na Alemanha quando recebeu a proposta do Flamengo e hoje terá a chance de faturar o título inédito na carreira.

“São situações do destino. Os deuses do futebol desejaram isso. Temos a satisfação de jogar uma final desse porte. Que possamos levantar a taça”.

Dos últimos nove troféus disputados por Rueda de 2016 para cá, o técnico só não ganhou três: a Sul-Americana e o Mundial de Clubes de 2016 e a Copa do Brasil deste ano. Por sinal, a chegada do colombiano ao Brasil foi duramente criticada por técnicos como Jair Ventura e Vanderlei Luxemburgo. Ambos defenderam a reserva de mercado e podem ver o gringo responder com um título internacional. O único técnico estrangeiro campeão nacional foi Carlos Volante. Em 1959, o argentino levou o Bahia ao título da Copa Brasil.

São esperados mais de 60 mil presentes no Maracanã e uma renda superior a R$ 7 milhões. O Flamengo tentará se vingar de 1995. No ano de seu centenário, o time rubro-negro viu o Independiente festejar o título da Supercopa dos Campeões no Rio. O adversário tem fama de carrasco verde-amarelo. Venceu quatro das seis decisões contra brasileiros — uma delas sobre o Goiás na Sul-Americana de 2010.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget