"Rueda está aprendendo no tapa", diz PC Vasconcellos

O técnico do Flamengo tem passado está forçando o treinador a se adaptar ao futebol brasileiro mais rápido do que o normal.

SPORTV: A derrota do Flamengo para o Independiente-ARG por 2 a 1, no jogo de ida da final da Sul-Americana, na última quarta-feira, colocou o clube carioca em uma posição um pouco complicada. O Rubro-Negro terá que vencer o jogo de volta por dois gols de diferença para levantar a taça no tempo regulamentar. Na opinião de Paulo Cesar Vasconcellos, comentarista do SporTV, a sequência de decisões que o time comandado por Reinaldo Rueda tem passado está forçando o treinador a se adaptar ao futebol brasileiro mais rápido do que o normal.

- Ele está aprendendo no tapa, no safanão. Está aprendendo o que é o futebol brasileiro, o jeito do torcedor brasileiro, o jogador brasileiro, mas sem tempo. O Flamengo disputou 82 jogos no ano, ele já disputou 140 pelo Flamengo. Porque ele entrou numa semifinal de Copa do Brasil, foi para a final e perdeu. Saiu dali e já foi para as quartas da Sul-Americana. E tem o Campeonato Brasileiro, que ele tem que estar na cabeça. Aquela comemoração intensa que o Flamengo fez após o jogo contra o Vitória, é porque o fato de ter garantido a vaga na fase de grupos da Libertadores representou uma conquista - afirmou, em participação no "Seleção SporTV".

Foto: Reprodução
Para PC Vasconcellos, o jovem Vinícius Júnior deveria ser titular na partida decisiva, no Maracanã, para "incendiar" o jogo. Segundo o comentarista, a capacidade de drible do atacante rubro-negro pode ser uma forma de animar o torcedor e colocar pressão em cima do adversário desde os primeiros minutos.

- Para esse jogo específico, o Rueda deveria pegar a linha de pensamento dele e colocar numa caixinha. Tem que chegar alguém e dizer o seguinte: "Professor, quarta-feira, no Maraca, vai ter umas 65 mil pessoas, sabe como é que eles são? Eles gritam, incentivam. Agora, se começarmos com o garoto, vai incendiar". Sabe o que tem que fazer? Como o Maracanã vai ser predominantemente rubro-negro, tem que dizer para o capitão: "Você escolhe que quer dar a saída". Não tem que escolher o gol, porque tanto faz, só tem rubro-negro atrás, pouco importa. Tem que dar a saída e tocar a bola nele (Vinícius Júnior). Tem que dizer para ele: "Vai dar a saída e a bola vai em você. Você vai partir para cima do cara". Não é para tocar de ladinho, nada disso. A primeira, a segunda e a terceira jogada parte para cima - disse.

O jogo de volta da final da Copa Sul-Americana será na próxima quarta-feira, dia 13. O Flamengo enfrenta o Independiente-ARG no Maracanã, às 21h45. Para o Rubro-Negro sair com o título ainda no tempo regulamentar, os cariocas precisam vencer a partida por dois gols de diferença. No caso de uma vitória dos flamenguistas por um gol de diferença, o jogo segue para a prorrogação.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget