Sem um Vinicius Jr, orçamento do Flamengo volta para a realidade

Em 2017, a previsão inicial foi de R$ 435 milhões, mas saltou para R$ 632 milhões com as luvas do novo contrato de televisão e a venda de jogadores.

O GLOBO: O Flamengo tem mais dinheiro previsto para abrir o caixa do clube em 2018, mas o investimento no futebol precisará de criatividade. O orçamento da próxima temporada foi aprovado na última terça-feira pelo Conselho de Administração do clube, com previsão de R$ 477 milhões.

Em 2017, a previsão inicial foi de R$ 435 milhões, mas saltou para R$ 632 milhões com as luvas do novo contrato de televisão e a venda de jogadores como Vinicius Junior e Jorge. As contratações na última temporada chegaram a R$ 40 milhões, com gasto total de R$ 60 milhões com compras parceladas de atletas nos anos anteriores.

Entrevista do Presidente do Flamengo para a Fox Sports - Foto: Gilvan de Souza
Para a temporada que vem, o clube seguirá pagando jogadores que ainda estão no clube. Casos de Berrío (R$ 6 milhões), Rodinei (R$ 1,5 milhão), Renê (R$ 1 milhão) e Mancuello (R$ 2 milhões). Além disso, R$ 18 milhões por Marceo Cirino a agentes da Doyen. O investimento em reforços não deve passar dos R$ 18 milhões, e jogadores devem ser vendidos para equilibrar as finanças e o elenco.

Os jovens serão usados como primeira opção em praticamente todas as posições, isso quando não estiverem nos planos para serem titulares, casos de Felipe Vizeu, Vinicius Junior e Lucas Paquetá.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget