Torcedores do Independiente ameaçam derrubar portões do Maraca

GLOBO ESPORTE: Após invadirem o Rio de Janeiro para apoiar o Independiente no jogo de volta da final da Copa Sul-Americana, os fãs do time argentino estão dispostos a superar qualquer barreira para estar no Maracanã nesta quarta-feira. Como esperado, muitos dos torcedores que chegaram à cidade nesta semana não conseguiram ingressos para o duelo contra o Flamengo. Alguns deles foram à porta do hotel onde o time está concentrado, na Barra da Tijuca, para tentar conseguir entradas e cobrar a diretoria.

Alguns dos "hinchas" apontaram que dirigentes do Independiente prometeram uma carga extra de ingressos para o duelo desta quarta-feira, o que gerou esperança. Na chegada da delegação ao hotel, na tarde de terça, porém, mostraram impaciência e xingaram a diretoria, entoando cantos como "Tragam entradas da p... que os pariu". A expectativa é que uma lista fosse elaborada para contemplar alguns dos torcedores. A princípio, o clube teria disponível uma cota de 500 cortesias - para familiares, diretores etc - que poderia ser repassada.

Foto: Mauro Pimentel
Animados com a vantagem construída no jogo de ida e com a chance de conquistar um título continental após sete anos, os fãs mostraram-se dispostos a tudo para estar nas arquibancadas do Maracanã para ver o jogo.

- Se for necessário, vamos derrubar os portões (risos). Vamos fazer o que seja para apoiar o Independiente - disse Diego, que veio de Buenos Aires com um grupo de amigos.

Entre os torcedores sem ingressos não havia apenas membros de grupos organizados, mas também torcedores mais velhos e até algumas crianças. O discurso de muitos deles era parecido.

- Entraremos como for. Vamos fazer o que tivemos que fazer para entrar. É um jogo único - disse Francesco.

Família de jogador também fica sem ingresso

O tema também foi assunto nas entrevistas coletivas antes do duelo decisivo. O técnico Ariel Holán criticou a carga destinada à torcida do Independiente, alegando que os quatro mil ingressos eram pouco, e o clube deveria ter recebido 10% da carga total. E o meia Benítez afirmou que até mesmo alguns de seus familiares não puderam ir ao Rio por conta da falta de entradas.

- Como disse, estou há muito tempo neste clube. Nos momentos difíceis, as pessoas apoiaram, e agora ainda mais. As pessoas estão entusiasmadas, se identificam com o time, sabem que damos 100% no campo, damos tudo. A verdade é que me gostaria que estivessem todos, mas a verdade é que não vai ser assim. Sei que estão fazendo um esforço para que possa ir o máximo (de torcedores) possível para o estádio. Tomara que consigam entrar e aproveitar como estamos aproveitando. Eu mesmo tenho familiares que não puderam vir porque não conseguiram entradas. Peço que fiquem tranquilos - disse o jogador.

Os fãs mostraram-se dispostos a tudo para estar nas arquibancadas do Maracanã para ver o jogo contra o Flamengo.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget