Um ano depois, Flamengo vê situação do ataque ficar bem diferente

LANCE: Depois da bonança, a tempestade. A máxima contraria o velho ditado, mas evidencia o momento do Flamengo quando o assunto é centroavante. Há um ano, quando visava a temporada 2017, o Rubro-Negro pouco precisou pensar no “homem-gol”, pois contava com Guerrero, Damião e o jovem Felipe Vizeu. Agora, porém, a posição virou um dos focos da diretoria na montagem do elenco para o ano que vem – que promete ser, novamente, uma maratona para o Flamengo. No momento, com a suspensão de Guerrero pela Fifa após testar positivo em exame antidoping, e Damião negociado com o Internacional, resta apenas Vizeu em condições de jogo.

A cúpula do futebol aguarda o fim da Sul-Americana (o Flamengo joga a segunda partida da final contra o Independiente (ARG) na quarta) para voltar todas as atenções às negociações e contratações. Alguns nomes, porém, já chegaram a ser oferecidos ou ventilados, como foi o caso de Ricardo Oliveira – que está de saída do Santos –, e Calleri, ex-São Paulo e atualmente no Las Palmas, da Espanha.

Foto: Gilvan de Souza
A suspensão de Guerrero, inclusive, mudou um pouco os planos da diretoria, que tinha como objetivo contratar apenas um atacante para a próxima temporada, mas, agora, pensa em mais um para substituir o peruano.

Além de Vizeu, que vem sendo titular, outro que pode ser utilizado neste fim de ano é Lincoln, cria das categorias de base que tem apenas 16 anos e está recebendo oportunidade aos poucos.

O vínculo de Guerrero com o Flamengo vai até agosto de 2018 e o clube ainda não se pronuniou em relação ao destino da parceria. Algumas possibilidades são estudadas, dentre elas, uma rescisão de contrato de forma amigável.

Vizeu tem se destacado na Sul-Americana

Sem Guerrero, o jovem Felipe Vizeu tem dado conta do recado. O jogador tem sido um dos destaques da campanha do Flamengo na Sul-Americana e, com cinco gols, é um dos artilheiros da competição, ao lado de Luis Rodríguez, do Atlético Tucumán (ARG) e Jhon Cifuentes, da Universidad de Quito (EQU).

#Além disso, Vizeu caminha para marcar o nome da história do Flamengo. O atacante é o jogador rubro-negro que mais fez gols na competição, deixando para trás nomes como Ronaldinho Gaúcho e Ibson, ambos com dois gols.

Recentemente, Vizeu considerou o gol que marcou contra o Junior Barranquilla (COL), no Maracanã, pela semifinal da Sul-Americana, como o mais bonito que fez com a camisa rubro-negra (da carreira, apontou um gol que pela Seleção Brasileira, contra a Venezuela, no Sul-Americano Sub-20).

Felipe Vizeu chegou ao elenco profissional do Rubro-Negro no ano passado, depois de ser eleito o melhor jogador da Copa São Paulo de Futebol Jr – que terminou com o Flamengo campeão, depois de final contra o Corinthians.

Algumas possibilidades são estudadas, dentre elas, uma rescisão de contrato de forma amigável.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget