Veja 10 argentinos que poderiam reforçar o seu time

ESPN: Buscar jogadores no Campeonato Argentino é algo que já virou hábito no mercado da bola no Brasil. Tendo isso em vista, o ESPN.com.br fez uma lista com dez nomes de destaque que poderiam cair bem nos principais clubes  do país verde e amarelo, sem necessariamente ter um custo elevado. Os preços mencionados são os valores de mercado de cada atleta segundo o site especializado em negócios do futebol Transfermarkt. Confira:

Agustín Rossi (goleiro) - Boca Juniors - 2 milhões de euros

Foto: Getty Images
Ele é um dos principais responsáveis pelo fato de o Boca Juniors ser a melhor defesa em 12 rodadas, com apenas gols sofridos. O arqueiro de 22 anos, contratado em fevereiro junto ao Estudiantes, terminou oito partidas sem ser vazado, liderando a estatística ao lado de Lucas Acosta, do Belgrano. Na média de números de defesas em relação ao número de finalizações no alvo, Rossi possui o melhor desempenho, tendo defendido 34 das 39 conclusões - ou 87,2%.

Ele pode até ser o mais caro da lista mencionada, mas seus números indicam tratar-se de um atleta muito promissor. O zagueiro de 23 anos, formado no próprio Colon Santa Fé, é o líder do Campeonato Argentino em rebatidas (114), sendo o único a cruzar a quantia centenária, após 12 partidas. Além disso, está na primeira posição nas interceptações (62). No jogo aéreo, integra o top 10 entre os defensores, com 32. Seu desempenho é superior a 65%.

Gonzalo Piovi (lateral esquerdo) - Argentinos Juniors - 500 mil euros

Líder em desarmes na competição, com 43, o lateral chama atenção não só na defesa. Bastante participativo, uma vez que é 19º do Argentino com mais passes completos (442) e o primeiro do seu time na estatística, o lateral é também o quinto com mais toques na bola na liga (865). Quanto ao desempenho ofensivo, Piovi, de 23 anos, é o segundo defensor que mais chuta (18), deu uma assistências e criou nove chances de gol.

Marcelo Benítez (lateral esquerdo) - Belgrano - 900 mil euros

Emprestado pelo Defensa y Justicia até o meio de 2018, o defensor apresenta um equilíbrio entre defesa e ataque. Ele é o sétimo defensor que mais desarmou na competição (25) e o 21º com mais interceptações. Já quando cruza o meio de campo, ele tem uma assistências e é o defensor que mais criou chances (21). Além disso, Benítez se destaca pelo fato de ser o quarto defensor com mais toques na competição (849).

Nahitan Nández (meio-campista) - Boca Juniors - 3,5 milhões de euros

O versátil jogador, que pode atuar como volante ou meia, tem deixado o status de promessa para confirmar-se como realudade. Ele esteve presente nas três últimas convocações da seleção uruguaia, tendo sido titular em quatro partidas, três delas pela eliminatória para a Copa do Mundo de 2018. O atleta de 21 anos, quando defendia o Peñarol, teve boas atuações contra o Palmeiras na fase de grupos da Libertadores de 2016.

Alejandro Silva (meia) - Lanús - 2 milhões de euros

O meia foi um dos destaques do Lanús, que alcançou a final da Libertadores pela primeira vez na história. Dos 19 gols que a sua equipe fez na competição (sem contar os três da vitória sobre a Chapecoense por escalação irregular), ele esteve envolvido diretamente em mais de um terço: três bolas nas redes e quatro assistências. Além disso, ele foi o quarto com mais dribles certos no torneio (21). A boa participação do atleta de 28 anos o fez ser apontado como possível alvo do Internacional.

Brahian Alemán (meia) -  Gimnasia - 2 milhões de euros

Apenas o 21º entre 28 times, o Gimnasia poderia viver uma situação ainda pior caso não contasse com Alemán. O meia é o líder em chances criadas no Argentino (28) e é o sexto nos dribles certos (28). Além disso, ele esteve envolvido em quase um terço dos 16 gols de sua equipe ao ir às redes três vezes e dar duas assistências. O meia também está em 23º no número de toques na bola (739), sendo o quarto colocado no seu time.

Maximiliano Meza (meia-atacante) - Independiente - 3,5 milhões de euros

O jogador de 24 anos é uma das principais armas ofensivas do finalista da Sul-Americana, sendo que é o que mais dribles certous deu na competição (26). No Argentino, ele é 23º na estatística (19). Ainda no torneio continental, ele é o oitavo com mais toques na bola (544), além de somar três gols (um deles na ida da final contra o Flamengo) e duas assistências em dez jogos. Já na liga nacional, são dois tentos e dois passes para gol em nove confrontos.

Ignacio Pussetto (meia-atacante) - Huracán - 3 milhões de euros

Com quatro gols e três assistências, o meia de 21 anos esteve envolvido diretamente em quase metade das 16 vezes que o Huracán foi às redes no Campeonato Argentino. Além disso, o talentoso jovem é o líder em dribles certos com 41, sendo uma média superior a três por jogo. Outro dado que chama atenção é o fato de ele ser o 12º que mais vezes venceu no jogo aéreo: 37.

Nicolás Fernández (atacante) - Defensa y Justicia - 50 mil euros

O atacante de 21 anos é uma das sensações da competição, da qual é o atual vice-artilheiro com sete gols, dois a menos do que Bendetto, do Boca Juniors, que ficará um longo tempo parado por um problema no joelho. E o jovem formado pelo Defensa y Justicia só precisou de oito jogos para chegar a esta marca.

Agustín Rossi, Gonzalo Piovi, Marcelo Benítez, Nahitan Nández, Alejandro Silva, Brahian Alemán, Maximiliano Meza, Ignacio Pussetto...



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget