Vizeu é homem-gol essencial para Flamengo na Sul-Americana

Durante esta temporada, Vizeu foi a maior parte do tempo reserva, algumas vezes nem era relacionado para os jogos.

VAVEL: Felipe Vizeu é o mais novo xodó da torcida do Flamengo. O jovem atacante, de 20 anos, caiu nas graças da torcida rubro-negra - o bordão "Vizeu tá aí" é sucesso, inclusive, nas redes sociais. Em uma temporada de destaque dos "garotos do Ninho", o camisa 47 é atual titular no ataque e assumiu a responsabilidade de homem-gol do time carioca.

A trajetória do atacante no Flamengo começa já nas categorias de base - Vizeu foi um dos grandes destaques na equipe sub-17, principalmente quando sagrou-se artilheiro do time. Não levou muito tempo para ser promovido ao sub-20 e nesta categoria viveu período conturbado, sendo reserva de Douglas Baggio na maioria das ocasiões.

Felipe Vizeu, jogador do Flamengo - Foto: Tiago Caldas


Após Baggio ser integrado ao time profissional, Vizeu teve mais oportunidades de mostrar seu futebol e se tornou titular entre os juniores, mas não chegou a empolgar. Seu auge chegou apenas na Copinha 2016, sendo peça essencial na conquista do título do Flamengo. O camisa 47 terminou a competição sendo o vice-artilheiro com sete gols, além de ter sido eleito o craque do torneio.

Dias depois de conquistar a Copa São Paulo, o centroavante foi integrado ao time profissional. E novos horizontes surgiram. Com Guerrero titular no ataque rubro-negro, Vizeu teve a oportunidade de começar jogando sua primeira partida no Campeonato Carioca, contra a Cabofriense. O jovem jogador não desperdiçou a chance e balançou as redes, marcando um gol de cabeça.

Durante a temporada de 2016, o atacante foi reserva de seu companheiro peruano, mas ainda marcou duas vezes contra o Atlético-MG no Campeonato Brasileiro. Além disso, fez o primeiro gol em partida contra o Santa Cruz e não conseguiu conter as lágrimas.

O atleta ainda teve a oportunidade de realizar treinos na Granja Commary e participar de amistosos pela Seleção Brasileira sub-20, em preparação ao Sul-Americano. Felipe Vizeu também foi convocado como um dos suplentes da seleção olímpica - e até mesmo recebeu medalha após a conquista do ouro na Rio2016.

Nos primeiros meses de 2017, o jovem atacante teve o desempenho um pouco abaixo em relação ao ano anterior. Mesmo assim, Vizeu balançou as redes no Carioca, marcando o gol da vitória no último lance contra o Resende. Na disputa pelo Sul-Americano sub-20, foi titular absoluto. Mesmo com o Brasil não se classificando ao Mundial da categoria, o atacante foi o destaque no torneio.

Durante esta temporada, Vizeu foi a maior parte do tempo reserva, algumas vezes nem era relacionado para os jogos. A chegada de Leandro Damião minou as possibilidades de crescimento do atacante, que acabou se tornando terceira opção no ataque. Foi especulado na Ponte Preta, assim como no Benfica.

Após Damião deixar o Flamengo e Guerrero suspenso preventivamente por resultado adverso no antidoping, Vizeu foi presenteado com uma chance de dar a volta por cima. E não é que ele tem sido fundamental? O jogador não só marcou o gol que reacendeu o time na partida contra o Fluminense nas quartas, mas também estufou as redes nos dois confrontos da semifinal diante do Junior Barranquilla.

Com cinco gols, o camisa 25 atualmente divide a artilharia da Sul-Americana com Rodriguez (Atlético Tucumán) e Cifuente (Universidad Católica); na final diante do Independiente, o jogador é a principal esperança do Flamengo por gols rumo ao título continental.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget