Análise: Elenco do Flamengo precisa de ajustes para ser campeão

GOAL: Parte do elenco do Flamengo se reapresentou nesta quinta-feira(04), para dar início a preparação para a atual temporada. Os atletas que estiveram envolvidos na final da Copa Sul-Americana, regresam apenas no dia 13 de janeiro.

Com a estreia do Campeonato Carioca no dia 17, é bem provavél que os atletas que se apresentaram nesta quinta, sejam utilizados nos primeiros jogos, já que o Flamengo não esconde que a prioridade é a Copa Libertadores da América, principal competição que o clube disputará no ano.

Foto: Gilvan de Souza
Mas além da Libertadores, existe uma série de competições importantes como o Brasileirão e a Copa do Brasil, que esse ano passa a pagar 50 milhões ao vencedor. Com um dos maiores investimentos do futebol brasileiro, o Flamengo inícia o ano com a missão de fazer bonito em todos os torneios.

Ainda que não tenha anunciado nenhum reforço até agora, o grupo Rubro-Negro é forte e tem totais condições de brigar pelos títulos. Precisa de apenas algumas peças pontuais, como no ataque, já que conta apenas com Filipe Vizeu como centroavante, pois Paolo Guerrero está suspenso.

No gol, por exemplo, Diego Alves é titular absoluto, desde que chegou veio ganhando a confiança de todos e sem dúvida será um dos líderes da equipe nesta temporada. Se Muralha deve sair, César mostrou que pode muito bem ser o suplente do camisa 1. Thiago também deve ficar no elenco, como terceiro goleiro.

Na zaga, também é necessário fazer alguns ajustes, a dupla que terminou o ano como titular, Juan e Réver, têm idade mais avançada e vão precisar de suporte. Rhodolfo, que chegou no meio do ano, mostrou que pode até brigar para ser titular, mas Rafael Vaz não goza de prestígio e é outro que pode sair do clube. Léo Duarte terá sua situação analisada, porém será utilizado nos primeiros jogos do ano.

Ainda que o Flamengo tente a contratação de Zeca, conta com duas peças na lateral-esquerda, Trauco e Renê. O peruano foi titular na maior parte da temporada, mas Renê chegou a ser bastante acionado. Entretanto, a dupla soma alguns defeitos que a diretoria tenta corrigir contratando o santista. Do outro lado, a diretoria se mostra satisfeita com Pará e Rodinei e não deve ter nenhuma novidade por ali.

No meio-campo, apesar das possíveis saídas de Márcio Araujo e Rômulo, o Flamengo pretende contar com Ronaldo e Jonas, o clube aposta no potencial dos dois atletas. Os volantes que terminaram 2017 como titulares, devem seguir em suas posições para esta temporada.

Mais a frente, Diego e Everton Ribeiro terão grandes responsabilidades, o primeiro precisa reencontrar o bom futebol de outrora e o segundo, depois de uma boa pré-temporada, deve fazer a diferença no Flamengo. São dois atletas de nível de seleção. Paquetá, por sua vez, tende a crescer ainda mais e conquistar mais espaço.

Nas pontas, as opções são interessantes e Vinicius Junior é quem deve ganhar mais espaço enquanto Berrío se recupera de lesão. Geuvânio precisa mostrar pelo menos mais vontade e Everton já ficou comprovado que é uma espécie de motorzinho da equipe.

Desta forma, o Flamengo, ainda que não tenha novidades em 2018, é um time competitivo e precisa comprovar isso dentro de campo. Com o elenco nota 7, por enquanto, precisa apenas suprir algumas carências para elevar seu potencial e finalmente dar a alegria que o torcedor merece. 

Geuvânio precisa mostrar pelo menos mais vontade e Everton já ficou comprovado que é uma espécie de motorzinho da equipe.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget