Após deixar o Flamengo, Rueda quer família no Rio de Janeiro

GABRIELA MOREIRA: O treinador foi embora, mas a mulher de Reinaldo Rueda planeja continuar morando no Rio. O casal fez as contas da logística aérea e chegou à conclusão que é mais fácil e rápido chegar a Santiago, no Chile, onde o técnico vai de fato morar, partindo do Galeão, do que de Cali, na Colômbia, onde fica a maior parte de sua família. Outro motivo, é que a esposa do treinador, Genith Ruano, tem receio de viver na capital chilena, por conta dos terremotos na região. Eles estão juntos há mais de três décadas.

Instalados num condomínio de frente para a praia, na Barra da Tijuca, o casal teve uma boa impressão do Rio, mesmo com o aumento da violência na cidade. Aos 60 anos, o técnico tem feitos escolhas mais calmas para sua vida, tanto profissional, quanto pessoal, como a que o levou a optar pela seleção chilena.

Foto: Divulgação
Foi este um dos motivos que pesou para que Rueda trocasse a pressão, sempre de curto prazo, que é comandar um time grande no Brasil, pelos projetos de médio e longo prazo na seleção chilena. Esta foi a impressão que pessoas que estiveram com Rueda no seu último dia na Gávea, relataram ao blog.

Lamentavelmente, o colombiano não deu entrevista (até o fechamento deste post) explicando por que decidiu sair precocemente do rubro-negro. No entanto, quem conviveu de perto com ele acredita que a estabilidade da proposta chilena tenha sido o fiel da balança. Outro ponto do qual o técnico reclamava bastante, era do excesso de viagens que teve de fazer com o Flamengo, entre seis e oito por mês.

Aqui, um fator médico agravava o sacrifício. Rueda tem uma prótese no corpo, fruto de sua luta contra as hérnias, e a cada viagem, as inspeções feitas pelos detectores de metal tornavam cada percurso ainda mais longo.

O cansaço produzido pelas jornadas foi um dos fatores levantados pelo treinador após a derrota para o Independiente, da Argentina, na final da Sul-Americana. O técnico chegou a dizer que tinha certeza que a exaustão do time, após emendar uma viagem à Colômbia, com jogo eliminatório, somado a uma partida decisiva, após viagem a Salvador, onde enfrentaram o Vitória, fora o adversário mais cruel e decisivo para a derrota na primeira partida.

Durante toda a especulação (depois confirmada) acerca de sua saída do Flamengo, incomodou o treinador ler notícias de que estaria demorando para comunicar sua decisão aos dirigentes rubro-negros com o objetivo de diminuir a multa contratual. Ela foi de fato menor com a demora, mas cerca de R$ 250 mil a menos, que não valeriam o desgaste. Nas conversas de despedida na Gávea, lembrou de uma proposta que recebeu, segundo conta, para dirigir um time no mundo árabe, enquanto esteve no clube. O valor deste contrato seria muito maior do que o que recebia no Rio, mas dinheiro, de acordo com ele, não era o que contava.

Quem esteve com o colombiano em seus últimos momentos no clube notou um homem de certa forma envergonhado pelo modo como a negociação se tornou pública. Sem um assessor cuidando de sua comunicação pessoal de forma profissional, ele parecia assustado e sem entender como os jornalistas tiveram acesso a tanta informação e detalhes, na maior parte confirmados.

Queria e pensava ser possível, Rueda, que o sigilo do lado de lá fosse respeitado, o que quase nunca acontece. Ao perceber o tamanho da pressão que o seu silêncio público submeteu o clube, lamentou. A dimensão foi sendo dada a cada ligação, mensagem, e conversas que viu os dirigentes terem com os diversas setores do clube que planejavam o posicionamento e os passos seguintes após o anúncio oficial da rescisão. Este processo, cara a cara, numa sala fechada, durou mais de 4 horas. A demora, muito mais do que a decisão do que fazer e como fazer, se dava pelo retorno do distrato que fora enviado aos seus representantes no Chile, com o "de acordo".

Ainda no Rio, na última quinta-feira, o ex-treinador do Flamengo continuava sendo parado por rubro-negros vizinhos em seu condomínio. Neste vídeo, feito pelos blogs NRN e Paparazzorn, disse "Mi corazón es Flamengo" e que gostaria de treinar o juvenil do clube um dia. Quem ouviu, sorriu. De chinelo de dedo, sob o vento da praia, um Rueda que mesmo não tendo se explicado publicamente, continuou a receber carinho de parte da torcida.

"Então, Blog_NRN junto com @paparazzorn, conseguimos o vídeo da entrevista do Rueda, após sua saída. Boa sorte, mister!#flamengo #vamosflamengo créditos: Para @patryckcarvalhoo @eryck4_ @cesar.neves8", escreveram nas redes sociais.

Que o "mister" possa compreender que, às vezes, o coração tem razões que se deve compartilhar.


Outro motivo, é que a esposa do treinador, Genith Ruano, tem receio de viver na capital chilena, por conta dos terremotos na região.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget