Arão elogia Base do Flamengo: "Estão com sede de aprender"

GLOBO ESPORTE: O ano de 2018 marca a terceira temporada de Willian Arão no Flamengo. Porém, bem antes de assumir a camisa 5 do clube, o volante começou a se formar como jogador na base do São Paulo, adversário do Rubro-Negro na decisão da Copinha, nesta quinta-feira, às 10h (de Brasília), no Pacaembu - partida que será transmitida ao vivo pelo GloboEsporte.com.

No Tricolor, em 2010, Arão conquistou o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior – a única edição do torneio que disputou. Hoje, aos 25 anos, vê a garotada do Flamengo preparada para levar o tetracampeonato. Alguns dos nomes à disposição do treinador Mauricinho, inclusive, treinaram com o volante no grupo principal comandado por Paulo César Carpegiani.

- Os garotos do Flamengo têm total condição de chegar ao título (...) Esse pessoal que tem subido da base para o profissional tem cabeça boa, todos bem tranquilos, escutam os mais velhos. Estão com sede de aprender e não deixam de jogar o futebol.

Willian Arão, do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
- Muitas vezes um garoto se destaca na base, mas chega no profissional e fica tímido. Essa garotada do Flamengo não. Chegam, com respeito, mas não se intimidam. Tentam fazer uma jogada diferente, isso é bom para eles, para nós e para o Flamengo, que é o mais importante – destacou Arão.

No Barueri, ainda novo, o volante, que na época não usava a peculiar cabeleira, começou a encarar o futebol com mais seriedade. Aos 15 anos, segundo ele, teve o primeiro grande processo de aprendizagem ao chegar no São Paulo. Na campanha do título da Copinha, foi reserva de Casemiro – hoje titular do Real Madrid. As lembranças são boas, principalmente o tempo de lazer fora das quatro linhas.

- A Copa São Paulo é uma delícia de jogar, cara. Eu joguei apenas uma, fomos campeões em 2010, me diverti bastante.

- Apesar de a gente morar junto na concentração na época, em Cotia, é muito legal viajar assim, ficamos 25 dias em Jaguariúna, num lugar parecido com um sítio. Depois dos jogos, em alguns dias tinham churrasco, em outros fazíamos competição de videogame, íamos para a piscina. A gente se divertia, foi um tempo bem gostoso. Passamos esse tempo agradável, nosso time ficou mais unido e ganhou a competição.

Caso tenha uma janela nos treinamentos, Arão afirmou que irá prestigiar a garotada pela televisão. Para os jovens, o jogador garantiu que a experiência de jogar pela primeira vez num Pacaembu lotado faz diferença no início da carreira.

- A Copa São Paulo é o maior torneio da categoria de base, foi a primeira vez que peguei um Pacaembu com 40 mil pessoas para assistir. Não é comum na base isso. É uma experiência única, um momento único. Todos profissionais, técnicos, estão de olho na final. Isso faz com que o jogador cresça e amadureça mais rápido.

Alguns dos nomes à disposição do treinador Mauricinho, inclusive, treinaram com o volante no grupo principal comandado por Paulo César Carpegiani.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget