Continua proibida a substituição de mais três jogadores no Carioca

GLOBO ESPORTE: O Comitê Internacional das Associações de Futebol (IFAB), considerado o guardião das regras do futebol, não vai rever a decisão de impedir a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) de manter as cinco substituições em partidas do Campeonato Carioca. Por e-mail, o gerente de Comunicação e Administração do IFAB, Boudien Broekhuis, respondeu ao GloboEsporte.com que nenhuma medida adicional acontecerá, além daquela já tomada de alertar para a irregularidade na interpretação das leis, pedindo a revogação da permissão de cinco substituições.

"Fique informado de que o IFAB esteve em contato com a CBF sobre esse assunto, e eles (FERJ) revogaram a decisão tomada. Portanto, não estão previstas medidas adicionais. Além disso, uma vez que este caso é sobre uma das mudanças recentes nas Leis do Jogo, (a mudança) poderia ter sido mal interpretada ou precisaria de alguma familiarização com seu conteúdo", escreveu Broekhuis, descartando também qualquer punição à FERJ ou a clubes envolvidos na competição.

Lucas Paquetá e Lincoln no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Em entrevista ao GloboEsporte.com na noite de terça-feira, o diretor de Competições da FERJ, Marcelo Vianna, explicou que a Federação havia feito uma consulta ao IFAB, através da CBF, esperando que o comitê reconsiderasse a decisão.

- Ano passado, a Fifa, através do IFAB, colocou a possibilidade de cinco substituições no futebol profissional e seis ou até mais no futebol amador. O IFAB só estabeleceu que não poderia haver mais de três substituições para os principais campeonatos da confederação e federações nacionais. A gente entende, portanto, que o campeonato em que não pode ser observada a regra das cinco substituições é o Campeonato Brasileiro da Série A - afirmou Vianna.

As Leis do Jogo, na seção de Modificações, foram atualizadas na última edição, ano passado, permitindo que as associações nacionais usem mais de três substitutos, exceto em competições de divisão principal de clubes e de seleções nacionais principais.

No ofício enviado à CBF, no último dia 19 de janeiro, o IFAB, porém, entende que o Campeonato Carioca é uma competição de divisão principal organizada pela FERJ sob a chancela da CBF, o que impede a aplicação no campeonato da regra permitindo até cinco substituições, em vez das três normais.

Com isso, se a FERJ quiser usar essa mudança no Campeonato Estadual da Segunda Divisão, por exemplo, estará apta, mas não no Carioca, que é da Primeira Divisão, no entendimento do IFAB.



Marcelo Vianna explicou que a Federação havia feito uma consulta ao IFAB, através da CBF, esperando que o comitê reconsiderasse a decisão.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget