Dançando, e bem, de acordo com a música

KLEBER LEITE: Conversando com alguns dirigentes do nosso futebol, tive a oportunidade de ratificar o que penso e, não é de hoje, que considero este nosso calendário perverso e muito pouco inteligente.

Esta loucura não é recente. Houve um momento em que tivemos que decidir entre realizar uma pré-temporada decente, e o risco de resultados ruins, em função de não utilizar a força máxima no início do Campeonato Estadual.

Nunca duvidei da nossa decisão – lá atrás – em garantir uma boa pré-temporada, mesmo colocando em risco o título estadual. Muito tempo depois, neste ano de 2018, os responsáveis pelo futebol do Flamengo tomaram a mesma decisão. Diria mesmo e, sem falsa modéstia, uma decisão responsável, tecnicamente defensável e corajosa.

Lucas Silva comemorando gol com jogadores do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
O Flamengo só terá os seus principais jogadores a partir da quarta rodada. Até lá, a garotada vai se virando, e bem, como ocorreu neste início de campeonato contra o Volta Redonda.

Neste jogo, contra um time modesto, mas cascudo, a garotada teve personalidade, intensidade, determinação, garra e talento. A vitória de 2 a 0 foi magra, ante tanto domínio e tamanha superioridade.

Todos estiveram muito bem, e os dois gols foram lindos. Para citar um destaque, sendo coerente com o que já vi na Copinha, este zagueiro Patrick é acima da média.

O Campeonato Carioca, e a Copinha, podem ser representados por uma gangorra, onde esta boa garotada vai vivendo na ponte aérea. Um jogo no Rio, outro em São Paulo. Cansativo? Pode até ser, mas nesta idade, e com este tesão em fazer história, a ponte aérea é pinto…

Quando é que os nossos dirigentes vão entender que a qualidade é o que vale? De que adianta um monte de jogos inexpressivos? Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo deveriam entrar apenas numa fase final de Campeonato Estadual. Menos jogos, melhor qualidade, num calendário mais humano e responsável.

Quando começará está revolução? Enquanto ela não vem, o Flamengo, dançando de acordo com a música, sai disparado na frente.

Depois de ver o Botafogo empatando – Deus sabe como – e o Fluminense perdendo, além  do Vasco mergulhado em problemas, a maior zebra do ano seria o Flamengo não ganhar este Campeonato Carioca.

Em tempo, é bom registrar que um campeonato começa a ser ganho fora do campo. E, neste aspecto, o Flamengo começou muito bem.

Em tempo, é bom registrar que um campeonato começa a ser ganho fora do campo. E, neste aspecto, o Flamengo começou muito bem.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget