Flamengo 2018: planos e orçamento para o time

O Conselho de Administração prevê maior arrecadação, um aumento de R$ 97 milhões para R$ 102 milhões.

Em 2017, o Mengão teve investimento acima de 60 milhões, mas este ano, é chegada a hora de frear os gastos. Isso porque em dezembro, a ordem durante a aprovação do orçamento é de emprestar e vender jogadores para que recursos de contratações seja utilizado.

Segundo o jornal Extra, dos R$ 447 milhões em receitas, número abaixo dos R$ 632 do ano anterior, apenas uma pequena parte será prevista para contratações: R$ 15 milhões. Note que a diminuição é de exatamente R$ 45 milhões, uma quantia que com certeza fará falta e exigirá jogo de cintura da diretoria.

Sala de Imprensa do CT do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
A gestão pretende negociar os atletas que não tiverem rendimento dentro do esperado e que possuem alto custo para o clube. Se a venda não for possível, a solução é o empréstimo de jogadores, para tentar minimizar os custos da folha de pagamento.

Além disso, a folha terá redução de R$ 3 milhões, indo de R$ 183 milhões para R$ 180 mi.

Arrecadação

O Conselho de Administração prevê maior arrecadação, um aumento de R$ 97 milhões para R$ 102 milhões. Tal renda viria, em partes, do patrocínio com a Carabao, Caixa e Adidas. O restante, de royalties e publicidade em geral.

Em relação à bilheteria, em 2017 houve queda de R$ 12 milhões em relação ao ano anterior. A expectativa era de R$ 61 milhões e houve readequação para R$ 49 milhões. Este número ainda é o esperado para este ano pela administração do Flamengo.

É possível que haja crescimento nas receitas do Nação Rubro-Negra em razão da marca de 100 mil sócios torcedores, alcançada ano passado. A previsão é de que suba de R$ 42 milhões para R$ 47 milhões.

Todas estas estatísticas são muito importantes para quem trabalha com previsões, como os torcedores que aproveitam o início do ano para acessarem páginas de casas de apostas esportivas. Um palpite certeiro no possível ganhador de torneios como o Campeonato Carioca pode valer muito dinheiro. Muitas vezes, vale mais apostar com a lógica do que seguir o coração de torcedor. E certamente, as contratações de jogadores pesam bastante na hora de tomar uma decisão a respeito do próximo campeão do torneio.

Mudanças recentes e boatos

Ainda não há contratações oficiais, mas, como era esperado, rumores indicam possíveis nomes. Como noticiamos aqui no Flaresenha, Walace do Hamburgo é um dos indicados. O volante teria vontade de voltar para o Brasil, já que hoje em dia atua na Alemanha. Para quem não se lembra, Walace foi destaque em 2016 no Grêmio e elemento chave no ouro olímpico, com a Seleção Brasileira.

Uma novela no clube foi a saída de Rueda, após forte interesse da Seleção do Chile. Isso gerou um clima de incerteza no Clube. Com sua saida, Paulo César Carpegiani assumiu a função, deixando de atuar como Coordenador Técnico do Flamengo. Com isso, os chilenos deverão pagar multa rescisória de mais de R$ 1 milhão.

Carpegiani já foi treinador do Flamengo, quando lançou Adriano como jogador destaque no time principal. Ele também atuou como jogador, no Brasileirão de 1980. Portanto, é forte a conexão do profissional como Mengão. De qualquer forma, Paulo César deverá ser uma solução provisória até a contratação de outro técnico. Infelizmente, isso não é bom para o time, pois aumenta o clima de incerteza.

Enquanto isso, o goleiro Júlio César chegou a admitir um desejo de voltar ao clube onde, porque teve uma experiência muito boa. Porém, não há nada acertado. Também afirmou que seu filho sempre pede que ele retorne ao Rubro-Negro. Infelizmente, tudo é apenas especulação, não há maiores indícios de que Júlio retorne ao time onde foi revelado.


Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget