Flamengo deixa audiência na Conmebol confiante

GLOBO ESPORTE: Em audiência realizada nesta tarde na sede da Conmebol, no Paraguai, o Flamengo apresentou argumentos e provas para evitar punição pelos incidentes da final da Copa Sul-Americana, contra o Independiente, no último dia 13 de dezembro. Anteriormente, o clube rubro-negro apresentou defesa por escrito até fazer a defesa formal no processo, que corre desde o fim do ano passado na entidade sul-americana. Os advogados do Flamengo saíram confiantes da sede da Conmebol.

A audiência de instrução, onde o Flamengo - representado por Pedro Fida, que também defende Guerrero na Fifa - ressaltou que pediu segurança máxima em documento oficial às autoridades, durou mais de 3h em Luque, cidade ao lado de Assunção, a capital paraguaia. A grande preocupação do Flamengo é com punição que o impeça de jogar no Rio ou com portões abertos na primeira fase. A estreia do Flamengo na Libertadores está marcada para 28 de fevereiro e deve ser realizada no Maracanã.

Foto: Divulgação
O paraguaio Eduardo Gross Brown, o venezuelano Amarilis Belisario e o chileno Juan Carlos Silva foram os julgadores do caso, em Luque, na luxuosa sede paraguaia. O Rubro-Negro foi representando por Pedro Fida, contratado pelo Flamengo.

O Flamengo foi denunciado em dois artigos pelo Tribunal de Disciplina da Conmebol. O documento cita seis incidências do jogo do Maracanã. Pelo artigo 11.2, trata de lançamento de objetos em campo (letra B do artigo), uso de fogos de artifício e materiais pirotécnicos (C), "causar danos" (E), falta de ordem e disciplina antes, durante e após a partida (F), além da não identificação de causadores de tumulto e agressões, o que pode penalizar o clube (G). Não foi citada invasão de campo.

Além disso, no regulamento específico da Sul-Americana, o clube foi denunciado pelo artigo 20, que trata da segurança da partida e responsabiliza o clube pela organização do jogo como mandante seja com medidas preventivas, seja com policiais e agentes particulares contratados. As punições previstas estão estabelecidas no artigo 22 do Regulamento Disciplinar e vão desde advertência a multa de US$ 400 mil a exclusão de competições, passando por perda de mando de campo até a obrigação de tirar partida de um país.

A estreia do Flamengo na Libertadores está marcada para 28 de fevereiro e deve ser realizada no Maracanã.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget