Geração 2000 do Flamengo mantém rotina de títulos

ESPORTE INTERATIVO: A Copa São Paulo de Futebol Jr. deste ano, que terminou com título do Flamengo, foi a primeira de um dos grupos de garotos mais esperados pelo Rubro-Negro: a "geração 2000". Apesar do "precoce" Vinicius Jr., que disputou a taça em 2017, esta temporada foi a primeira, por limite de idade, das promessas nascidas no novo milênio na porta de entrada do futebol profissional.

Ao menos cinco atletas que estavam no sub-17 na última temporada participaram desta Copinha. Isto além de Matheus Thuler, de 1999, e Lincoln e Vinicius Jr., de 2000, que já estão no elenco profissional. A expectativa é justificada pelos números, se reflete no ânimo da torcida e é valorizada pela garotada.

Jogadores da Base do Flamengo comemorando título - Foto: Staff Images
"Os moleques foram para o profissional por méritos. E os que ficaram mantiveram o nível. A gente foi feliz, fechou o grupo. Não tem preço. A gente é campeão da Copa São Paulo", disse um dos mais "experientes" do elenco, o zagueiro Matheus Dantas.

Os garotos da "geração 2000", que estrearam no sub-20 com a quarta conquista da história do Flamengo na Copa São Paulo, jogam quase todos juntos há quase sete anos. Essas promessas passaram mais de três anos sem perder, com 80 jogos de invencibilidade, entre 2011 e 2014. Entre os títulos relevantes estão Copa do Brasil, Campeonato Carioca e Campeonato Metropolitano.

Ao menos cinco atletas que estavam no sub-17 na última temporada participaram desta Copinha.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget