Intensidade, movimentação e fôlego: Flamengo faz final da Copinha

GLOBO ESPORTE: O time bem arrumado de Maurício Souza apresenta características de futebol moderno: movimentação constante, aproximação e intensidade. Muita intensidade. Desde o trio ofensivo formado por Vitor Gabriel, Yuri e Bill, até os defensores Patrick e Dantas, os rubro-negros são daqueles que não deixam o adversário respirar, pegam no cangote e, por consequência, têm mais a bola.

A marcação forte dificulta as ações de adversários que se veem encurralados e pressionados. Com a posse, o Flamengo é vertical e bem distribuído. Hugo Moura e Théo dão a sustentação necessária para a rotatividade de Vitor Gabriel, Yuri, Bill e Luiz Henrique. Os quatro não param, principalmente os três primeiros. E desta maneira foi construída a vitória por 3 a 2 diante da Lusa - apesar da pressão nos minutos finais.

Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/ESTADÃO
Capacidade de organização

Os primeiros minutos foram de um Flamengo irreconhecível. Toda intensidade no campo ofensivo demonstrada ao longo da campanha deu lugar a um time apático. Curiosamente, parece ter sido bom ter saído atrás logo no início. O gol de Davi, aos oito, despertou um Rubro-Negro que empatou quatro minutos depois para, aí, sim, apresentar o futebol esperado.

Como já tinha acontecido nos mata-matas anteriores, o trio Vitor Gabriel, Yuri e Bill não dava sossego para defesa da Portuguesa. Mais do que marcar forte a saída de bola, eles se movimentavam, trocavam de posição e dificultavam a marcação. Não à toa, foi nesse "carrossel" que saiu a virada.

De centroavante, Vitor Gabriel abriu na esquerda para buscar o jogo, usou o corpo bem, como de costume, e cruzou rasteiro. Luiz Henrique, como legítimo centroavante, fez o papel de homem surpresa para desviar para o gol. Com tantas opções no ataque, o Flamengo conseguia se fechar bem, a não ser em um setor: o lado direito.

Sem Wesley, lesionado, o zagueiro Bernardo foi improvisado e sofreu. Sem a mesma velocidade de alguém da posição, dava espaços aos atacantes da Lusa. Assim, Cesinha levou perigo, arriscou de longe, mas parou em Yago. Nada que tirasse dos cariocas o domínio da etapa inicial.

Inteligência para usar pontos fortes

Diante de uma Portuguesa atordoada, o Flamengo manteve o domínio e ditou as ações no segundo tempo. Se a Lusa saía para o ataque, os rubro-negros tinham velocidade suficiente para aproveitar os espaços e sempre estiveram mais próximos do terceiro gol do que de sofrerem o empate.

Com maior liberdade, os jogadores de lado do campo passaram a participar mais do jogo. Bill acertou a trave em duas oportunidades, Yuri chamou a atenção pelos dribles, mas a tarde era mesmo de Vitor Gabriel. Após cobrança de escanteio, marcou mais um de cabeça e decretou seu protagonismo no dia: duas bolas na rede e uma assistência.

Apesar de jovem, o Flamengo da Copinha demonstra inteligência suficiente para ditar o ritmo dos jogos e administrar vantagens. Tamanha superioridade, entretanto, deixou o ensinamento de não relaxar. A equipe passou a desperdiçar chances em sequência e viu a Portuguesa descontar. O nervosismo mudou de lado e um sufoco desnecessário marcou a vaga na decisão.

As opções para o lugar de Vitor Gabriel

O ponto negativo da tarde no Canindé ficou por conta do cartão amarelo para Vitor Gabriel na comemoração do primeiro gol. Destaque da campanha e decisivo contra Avaí e Portuguesa, o centroavante deixa uma lacuna, mas o Flamengo tem boas opções para o setor. Tudo passará pela liberação de Paulo César Carpegiani para reforçar os garotos da Copinha.

No banco a maior parte do jogo diante da Lusa, Wendel, que entrou em campo pelos profissionais contra Volta Redonda e Cabofriense, tem experiência suficiente para desempenhar o papel. Desgastado, foi opção para os minutos finais. Já no Rio de Janeiro ficou Lucas Silva. Titular nas primeiras rodadas do Carioca, ele marcou um gol diante do Voltaço e seria um reforço de peso para Maurício Souza.

Apesar de jovem, o Flamengo da Copinha demonstra inteligência suficiente para ditar o ritmo dos jogos e administrar vantagens.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget