JP Batista destaca evolução do Flamengo no NBB

Para o jogador, a partida mostrou que o plantel está apto para superar todas as dificuldades.

GLOBO ESPORTE: Por Rafael Rezende

Em lua de mel com a torcida, o Flamengo alcançou a vice-liderança do NBB 10 na noite do último domingo (07), ao bater o Pinheiros, por 72x68, na Arena Carioca 1. O resultado colocou o time comandado por José Neto a uma vitória da primeira colocação do campeonato, atualmente ocupada por Mogi das Cruzes, adversário de terça.

Quem roubou a cena do confronto foi JP Batista. Participativo, terminou com 17 pontos (74% de aproveitamento nos arremessos), 8 rebotes e 23 de eficiência. Atuação espetacular e crucial para a construção do placar apertado. Para o jogador, a partida mostrou que o plantel está apto para superar todas as dificuldades.

Foto: Bruno Lorenzo, MTVZ Images
- Sem dúvida alguma, é fundamental testar o caráter de qualquer equipe. E é isso que está acontecendo com a gente. Obviamente, em alguns jogos, não dá para manter uma constância o tempo inteiro, pois time perfeito não existe. Tivemos um terceiro quarto ruim, mas batalhamos, recuperamos no último e conseguimos uma vitória importantíssima - avaliou.

O pivô, novamente, esmiuçou o equilíbrio. E não parou por aí. Na mesma fala, argumentou e traçou as metas que o Fla precisa executar para se manter no G4 e não deixar a peteca cair ao longo dos próximos meses.

- Como já falei antes, esse NBB está muito equilibrado. E os clubes que estão na parte de cima, querem o mesmo que nós. Se a nossa meta é conquistar o título, vamos ter que passar por eles. Ainda não chegamos aonde almejamos e sabemos que a estrada é longa. Estamos trabalhando jogo a jogo. Contra o Pinheiros, apresentamos uma evolução. A partir de agora, temos que manter a mesma pegada e batalhar para manter o nível - explicou.

No garrafão, foi diferencial: abriu espaços, fez bons bloqueios e usou todo seu potencial em jogadas de força. Indagado sobre, optou por dividir méritos e encerrou confirmando a máxima de que a 'união faz a força'... Principalmente, nos momentos decisivos.

- Eu não gosto de comentar individualmente. Fico sempre feliz em contribuir com o resultado positivo, esse é meu objetivo. Tenho que dar o crédito ao meu treinador, que me dá espaço para jogar, e aos meus companheiros, que me ajudam. Juntos, somos fortes. E ontem foi a prova. Nós sabíamos que os caras vinham de quatro vitórias seguidas em cima da gente e poderiam estar em uma posição confortável. Isso nos motivou. Entramos firmes e fizemos a nossa parte. Soubemos fechar o jogo de forma inteligente - finalizou.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget