Não existe projeto de Flamengo que não passe pela Base

ESPN FC: Por João Luis Jr.

É mais ou menos como numa daquelas comédias românticas. O protagonista, apaixonado pela garota mais bonita da escola, descobre, após uma hora e meia ou duas de encontros, desencontros, confusões e talvez uma cena num baile de formatura onde alguém batiza o ponche, que seu verdadeiro amor não era a menina mais popular, mas sim a melhor amiga, aquela que sempre esteve secretamente apaixonada por ele desde o começo da história, entendendo assim a lição de que muitas vezes aquilo que procuramos tão longe está muito mais perto do que podíamos imaginar. Começa a tocar aí uma música pop bem lentinha.

Com exceção da música e do fato de que desde o fim do bonde da Stella provavelmente não se batizam mais bebidas, essa é uma boa analogia para a relação do clube com a sua base. Foi lá que o Flamengo revelou os jogadores mais marcantes de sua história, foi lá que surgiu a nossa geração mais vencedora, é graças à venda de jogadores da base que o clube sustenta parte de sua operação, mas, ainda assim, muitas vezes nos vemos procurando soluções nos locais mais improváveis antes de olhar para a solução mais óbvia.

Ronaldo, Léo Duarte, Thuler e Lincoln são ex-jogadores da Base do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
E numa semana em que fomos vice-campeões brasileiros sub-15, estamos na disputa de uma semifinal da Copa São Paulo de Juniores com um time que nem mesmo titular da categoria chega a ser e vencemos mais uma partida do estadual usando apenas garotos - e o volante Jonas, que tem 26 anos mas empolgação de um garoto de 14 anos e o bom senso de um de 9 -, fica mais claro ainda que o caminho do Flamengo para o sucesso para diretamente pelo melhor aproveitamento possível da sua base.

Não que o clube não deva estar sempre atento ao mercado e procurando oportunidades para suprir suas carências e reforçar seu grupo, já que realmente se Messi decidir que o sonho dele é receber cruzamentos do Renê precisamos não apenas estar de braços abertos, como com nosso departamento de psicologia já preparado para lidar com os traumas que isso vai gerar no argentino. Mas o Flamengo, um clube que se gaba de fazer seus craques em casa, precisa se reacostumar a buscar dentro dessa mesma casa as soluções de que precisa, após vários anos em que preferiu realizar apostas ousadas em jogadores que muitas vezes se mostraram sem a dedicação ou capacidade técnica que meninos da base pareciam mostrar.

Garotos como Vinícius Jr, que aos 17 anos já se encontra vendido para o Real Madrid; Jean Lucas, um meio de campo tão á moda antiga que joga com a camisa pra dentro da calça e não fica no celular mas sim ouvindo radionovelas durante a concentração; Gabriel Batista, um goleiro tão jovem que no intervalo da partida você tem medo que ele tire uma lancheira do Batman detrás da trave; representam eles o futuro do Flamengo e por isso merecem um investimento, tanto de oportunidades quanto de paciência da torcida, tão grande quanto ou ainda maior do que aquele que já foi oferecido para medalhões, apostas de times menores ou mesmo cabeças de bagre variados que já instalaram durante anos na Gávea.

O clube vem, ao menos nesse começo de temporada, fazendo sua parte, dandos chances aos garotos, deixando que eles tenham oportunidades para buscar seu espaço e deixar a sua marca. Cabe a nós também, como torcida, não apenas comemorar quando os moleques acertam e as vitórias chegam, mas também ter a paciência necessária quando por algum motivo os erros acontecerem e as vitórias não surgirem. O sucesso do Flamengo, talvez até não no curto, mas com certeza no médio e no longo prazo, depende muito menos de como vamos nos sair contratando Walace ou Vagner Love do que da maneira como aproveitar Ronaldo e Lincoln, por exemplo. Depende do clube, mas também de cada um de nós garantir que dessa vez o Flamengo saiba reconhecer o amor verdadeiro e ter mais finais felizes.

Depende do clube, mas também de cada um de nós garantir que dessa vez o Flamengo saiba reconhecer o amor verdadeiro e ter mais finais felizes.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget