Neto rechaça oba-oba no Flamengo: "A gente quer o campeonato"

GLOBO ESPORTE: A torcida se empolgou. Cantou com os atletas depois da brigada vitória por 77 a 71 na noite desta terça-feira no Novo Basquete Brasil. Entoou, como em outras ocasiões, que o basquete é o "orgulho da Nação". O Flamengo não só desbancou o Mogi das Cruzes, chegando a três vitórias em sequência - bateu antes o Vasco da Gama e o Pinheiros - como roubou dos paulistas a liderança do campeonato nacional. É motivo para comemorar, é claro. Mas não muito. Pelo menos é esse o raciocínio do técnico José Neto. O comandante rubro-negro sabe que ainda falta bastante para cumprir a missão de conquistar mais um NBB para o time da Gávea e, por isso, freia a euforia.

- Da mesma maneira como eu não menosprezo quando não estamos em primeiro lugar, acho que nesse momento é importante termos vencido a partida (contra o Mogi), e a consequência ser a liderança. Mas não é uma coisa que deixa a gente acomodado. A gente não quer só ser líder nesse momento, a gente quer ganhar o campeonato, então acho que se a gente fica contente só por estar assumindo a liderança hoje é muito pouco para o que queremos - explicou José Neto, dono de quatro títulos do Novo Basquete Brasil com o Rubro-Negro.

Foto: Staff Images
Ciente de que ainda falta muito para o objetivo final ser alcançado e sabendo do equilíbrio dos times do NBB, José Neto tem um planejamento de sair com a vitória a qualquer custo nos jogos em casa. Essa semana, aliás, é importantíssima levando isso em consideração. São três jogos seguidos no Rio de Janeiro, mais precisamente na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca. No primeiro, diante do Pinheiros, deu Flamengo. No segundo, contra o Mogi, também. Agora as atenções estarão voltadas para o embate de quinta-feira, às 20h (de Brasília), contra a Liga Sorocabana.

No jogo contra o Pinheiros, um "apagão" no terceiro quarto. Diante do Mogi das Cruzes, um susto inicial levando 13 a 0. Os resultados finais, contudo, foram os mesmos. Por isso, Neto faz questão de elogiar a garra de seus comandados.

- Acho que a gente jogou contra o time que estava liderando o campeonato e fazendo tudo de forma muito consistente. É um time bastante defensivo, que defende com qualidade. Mais que intensidade, com qualidade. Mas hoje prevaleceu a nossa forma de jogar. Acho que tínhamos que ter começado um pouco mais forte. Esse começo de jogo potencializou o time deles, mas, novamente, potencializou nosso brio. Mais uma vez, mérito dos jogadores, que viraram uma situação adversa contra um grande adversário, não era qualquer um, um time do técnico mais vitorioso do NBB. Valoriza o trabalho da equipe. E é assim, um dia um ganha o jogo para a gente, outro dia é outro. É o segredo da nossa equipe. Temos um elenco onde conseguimos ser sempre fortes - concluiu.

Após encarar a Liga Sorocabana, o Flamengo fará dois jogos fora de casa. No dia 14 de janeiro vai pegar o Basquete Cearense, às 12h, no Ginásio Paulo Sarasate. Dois dias depois, encara o Vitória, às 19h30, no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras. O Rubro-Negro atualmente está na primeira colocação com 80% de aproveitamento, sendo oito vitórias e duas derrotas em 10 jogos.

O comandante sabe que ainda falta bastante para cumprir a missão de conquistar mais um NBB para o time da Gávea e, por isso, freia a euforia.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget