O que esperar do futebol carioca para 2018

O ano de 2018 começa com um cenário não muito otimista para os clubes do Rio de Janeiro, exceto pelo Flamengo.

GOAL: O ano de 2018 começa com um cenário não muito otimista para os clubes do Rio de Janeiro, exceto pelo Flamengo, as outras equipes sofrem com problemas financeiros mais graves do que ocorreram no ano passado e vai ser preciso muita criatividade para que vencer os desafios e dar alegrias as suas respectivas torcidas.

No Rubro-Negro, apesar de todo o investimento, a pressão por conta das decepções da última temporada será dobrada. Somando isso, na Copa Libertadores da América, principal competição que o clube disputará, o Flamengo caiu em um grupo bastante complicado e vai precisar superar seus traumas para avançar de fase. O torneio é tratado como grande pioridade da torcida.

Mas além disso, com uma das maiores folhas salarias do país, o Rubro-Negro vai precisar brigar por todas as competições que disputar, inclusive o Campeonato Brasileiro, que não vence desde 2009. As demais competições se tornam secundárias para o clube num primeiro momento. Em meio a tudo isso, o clube vai precisar encarar os conflitos internos já que é ano de eleição e costuma ser bastante movimentado nos bastidores.

Foto: Gilvan de Souza
No Vasco, o retorno à Copa Libertadores da América pode significar muito para o Cruzmaltino, justamente quando se comemora 20 anos da conquista do título mais importante de sua história. O maior problema, porém, fica na briga política que envolve o clube. Até agora, a eleição não teve seu ponto final e ninguém sabe quem estará a frente do clube como presidente nesta temporada.

O pouco recurso financeiro também é um fator preocupante, já que a equipe vai precisar montar o elenco para disputar a Libertadores. Cair na pré seria uma verdadeiro banho de água fria nas expectativas da torcida.

O Fluminense vive situação bastante preocupante, em uma grande crise financeira, o clube se desfez de atletas importantes como Diego Cavalieri e Henrique e não se mostra nada competitivo no mercado de transferências. Abel Braga vai precisar, mais uma vez, se desdobrar com a base para que a torcida Tricolor não reencontre seus piores momentos.

A situação do Maracanã também é um grande problema para o Tricolor, casa do Fluminense, o clube tem acumulado prejuízos atuando no estádio e o imbróglio está longe de ser resolvido.

O Botafogo também não vive situação muito diferente. Após empolgar em mais da metade da temporada de 2017, o Alvinegro caiu em suas limitações e terminou a temporada de forma melancólica. Sem a tão sonhada vaga na Libertadores, o clube perdeu também Jair Ventura, símbolo dos bons momentos do último ano.

Sem dinheiro e com dificuldade para segurar seus atletas, o ano também não se desenha muito favorável ao Botafogo que também pode investir em sua categoria de base para que pelo menos o primeiro semestre seja feliz.

Vale ressaltar que no futebol tudo pode acontecer e o trabalho estruturado de uma comissão técnica, diretoria e seus jogadores pode fazer a diferença até mesmo em momentos mais complicados, torcemos para que isso aconteça e que o futebol do Rio volte ao cenário nacional com grandes conquistas.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget