Pepê assume pressão no Flamengo pela camisa 10: "Sempre gostei"

GLOBO ESPORTE: João Pedro Vilardi Pinto, ou melhor, Pepê. Uma das joias da base do Flamengo campeã da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano ganhou esse apelido pelo excesso de "João Pedros" que tinha na escolinha onde atuava quando criança. O apelido virou o cartão de visitas que foi bem apresentado logo na estreia do jovem meia de 20 anos no profissional. Um chute na gaveta que abriu o caminho para a vitória Rubro-Negra contra o Volta Redonda na primeira rodada do Carioca.

- Não tinha como ser mais perfeito. Estreia com gol. E ainda com a vitória do Flamengo.

O começo de temporada para o Pepê está agitado. Jogos em duas competições diferentes com poucos dias de descanso, incluindo a estreia entre os profissionais; golaço e o ápice: o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em seis jogos até agora, contando Carioca e Copinha, são três gols. Além de tudo isso, há um algo a mais. Carregar nas costas o número 10, camisa que ele usou na estreia entre os profissionais contra o Volta Redonda e que foi usada por nada mais e nada menos que um craque do nível de Zico.

Pepê Vilardi, jogador do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
- Para mim é uma responsabilidade a mais. Eu assumo, sempre gostei da dez. É uma responsabilidade que aparece para grandes jogadores. É uma pressão boa, porque esperam muito de você. Graças a Deus correspondi no primeiro jogo.

O técnico Paulo César Carpegiani elogiou bastante a base rubro-negra. Pepê joga pelo Flamengo desde os dez anos de idade, tanto no futsal quanto no futebol do clube. E além dele, outros garotos do ninho da geração 2000 vem se destacando no início de 2018. Segundo o meia, o fruto disso vem de um trabalho a longo prazo.

- A base vem forte. Estamos aqui para ajudar. Desde a base, o Flamengo vem como um dos favoritos em qualquer competição independente da geração. O trabalho de base é bem feito. Nós estamos aqui para somar, queremos aprender e estar à disposição do Carpegiani.

Pepê já realizou um sonho e quer dar continuidade a ele. O próximo objetivo é se firmar no elenco profissional do Flamengo. E pra chegar lá, aproveita cada segundo treinando ao lado de ídolos como Diego e Éverton Ribeiro.

- É maravilhoso dividir o campo com eles. São jogadores espetaculares. Vou buscar o máximo para poder aprender e tentar fazer igual dentro de campo, na parte técnica e tática. Estou pensando um passo de cada vez, sempre com humildade e pé no chão para alcançar meus objetivos. E assim, ajudar o Flamengo.

O apelido virou o cartão de visitas que foi bem apresentado logo na estreia do jovem meia de 20 anos no profissional.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget