Regresso ao Flamengo escancara um amor raro hoje em dia

SPORTV: Por Paulo Cesar Vasconcellos

Olá,

Neste século, o melhor goleiro do Flamengo foi o Julio Cesar. Quando se fala da conquista do título estadual de 2001, o gol marcado pelo Petkovic é relembrado à exaustão e motivo de orgulho. Mas até aquela última volta do ponteiro, o Vasco só não conquistara o título por causa do.....Julio César. O massacre vascaíno incluiu domínio absoluto e uma sequência de oportunidades criadas e todas, simplesmente todas, defendidas pelo Julio Cesar. Jamais, em 18 anos de século 21, houve um goleiro como o Julio vestindo a camisa do Flamengo. Só o mau humor crônico de alguns, misturado ao prazer em depreciar, desqualificar, ridicularizar e desconstruir _ que sociedade é essa!! _ para explicar as resistências a um clássico caso de bom filho à casa torna.

Júlio César treinando no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Tal e qual a vida, o futebol não é justo, e o Júlio César se encaixa nesta situação. Além de ser o melhor goleiro deste século que usou a camisa do Flamengo, ele foi uma dos melhores a vestir a camisa da seleção brasileira após a aposentadoria do Marcos. Esclareço que Taffarel está em outro plano. Pois este baita goleiro tem no seu currículo uma falha em partida decisiva contra a Holanda, na Copa de 2010, e dez gols tomados em duas partidas (Alemanha e Holanda) na Copa de 2014. Nenhum goleiro da seleção brasileira foi buscar por dez vezes a bola no fundo das redes em Copas do Mundo. O "feito" vira tatuagem, mas não desmerece a carreira do Julio César. Por hábito, temos vício em valorizar o episódio e desprezar o conteúdo do seriado. Há capítulos na carreira do JC que o desmerecem, mas o seriado merece ser visto, lido e ouvido com atenção. O regresso ao Flamengo escancara um amor raro hoje em dia _ jogador e clube, e clube e jogador _ e pode ser útil para o promissor César. Basta o Julio compartilhar e o César querer.

Cueva

Se tratasse a carreira com o cuidado que tem pelos cabelos, o Cueva poderia despertar interesse no mercado de ponta do futebol europeu. Mas não é bem assim. Especialista em abusar da tolerância do São Paulo, Cueva ganhou mais uma chance. O futebol é generoso com a reincidência, e o problema é que o reincidente vira profissional da desculpa e com isso segue em frente. Haverá um momento em que o Cueva será novamente titular, terá uma grande atuação e sairá nos braços da torcida, pois tem apenas um compromisso: com o resultado. Mas chegará também o momento em que o Cueva perderá o avião, terá problemas com o passaporte, confundirá datas, e tudo continuará como Dantes no quartel de Abrantes. Assim é o futebol.

Tal e qual a vida, o futebol não é justo, e o Júlio César se encaixa nesta situação.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget