Saiba quanto o Flamengo tem das principais promessas da Base

ESPN: O Flamengo conquistou o tetracampeonato da Copa São Paulo, ao vencer o São Paulo, na quarta-feira, no Pacaembu. Foi o segundo título do clube na competição nos últimos três anos, com gerações que já vem conquistando espaço também entre os profissionais.

O maior expoente da base rubro-negra – que curiosamente não foi campeão – é Vinicius Júnior, que disputou a Copinha em 2017, tinha idade para estar novamente no torneio em 2018 e já está vendido ao Real Madrid, em negócio de aproximadamente R$ 150 milhões.

Só que se esse valor chegou aos cofres flamenguistas, foi porque o jovem pertencia 100% ao clube, algo que não acontecem com todas as demais promessas da equipe para o futuro.

Jogadores do Flamengo comemorando título da Copinha 2018 - Foto: Staff Images
Dos 25 inscritos na Copa São Paulo na campanha do título, por exemplo, 14 tem a porcentagem pertencente ao Flamengo indicada no demonstrativo financeiro do terceiro trimestre de 2017 e disponível no site oficial do clube. Desses, apenas quatro são 100% rubro-negros.

Dois dos destaques da campanha campeão, o volante Theo e o atacante Vitor Gabriel, são os que tem a menor fatia ligada ao Flamengo, apenas 50%. Pepê, outro com diversos momentos de brilho na Copinha, é 70% do clube, assim como o promissor zagueiro Patrick.

A porcentagem do volante Hugo Moura, é um pouco maior, 80%, enquanto o goleiro Hugo Souza, também bastante elogiado na base rubro-negro, tem 90% dos direitos ligados ao Flamengo.

Em relação a jovens já promovidos aos profissionais, como Vinícius Júnior, a situação é semelhante. Além do futuro jogador do Real, o zagueiro Thuler e o volante Jean Lucas são os únicos 100% do Flamengo.

Os goleiros Thiago e Gabriel Batista são, respectivamente, 90% e 50% do clube carioca. O também zagueiro Léo Duarte é outro com só metade dos direitos pertencentes ao Flamengo, assim como o meia Matheus Sávio, que subiu e hoje está emprestado ao Estoril, de Portugal.

Recém-promovido, o lateral Klebinho também não é 100% do clube, que tem 70% de seus direitos, mesma porcentagem de Lucas Paquetá. Do volante Ronaldo e do atacante Felipe Vizeu, o Flamengo tem fatias menores, 60%, enquanto o também atacante Lincoln é 80% rubro-negro.

Lincoln, inclusive, foi o autor do gol da vitória do Flamengo sobre o Bangu, por 1 a 0, na última quarta-feira. Após a partida, o técnico Paulo César Carpegiani fez questão de também mostrar que a base está valorizada.

"Temos que valorizar os meninos. A direção está muito consciente para buscar reforços. Não quero ninguém só por trazer ou para compor o grupo. Temos os meninos para compor o elenco", afirmou o treinador.

Pepê, outro com diversos momentos de brilho na Copinha, é 70% do clube, assim como o promissor zagueiro Patrick.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget