Só o Flamengo é Penta

Fora de campo, o Flamengo tinha a beira das quatro linhas, o competente e genial Carlinhos como técnico.

FALANDO DE FLAMENGO: Por Thiago Nascimento

Após uma década dourada, o Flamengo começava literalmente uma nova era a partir dos anos 90.

Sem muitos jogadores daquele timaço que começou a ser formado na década de 1970, o Rubro Negro da Gávea precisou lançar uma nova geração vencedora em seu time de futebol.

Sem Zico, que se despediu do Flamengo em 1989, o Mais Querido tinha a necessidade de ter um comandante para ser o referencial da nova geração de jogadores.

Foto: Divulgação
Em 1990, o tal líder chegou. Júnior, que já era um grande ídolo da torcida, voltou da Europa e firmou seu contrato com o clube no qual o projetou para o cenário nacional e internacional.

Ainda em 1990, sob a liderança de Júnior, o Flamengo teve êxito ao conquistar o seu primeiro título da Copa do Brasil. Para ver os melhores momentos dessa final, clique aqui.

Em 1991, o Flamengo foi eliminado da Libertadores nas Quartas de Final pelo o Boca Júnior.

A torcida Rubro Negra, teria ao menos uma alegria em Dezembro de 1991 ao conquistar o Campeonato Estadual, com uma exibição de gala durante a final. Para assistir ao lances memoráveis daquela partida, clique aqui.

Em 1992, a história seria bem diferente. O Flamengo conseguiu novamente levantar uma taça de expressão nacional: o Campeonato Brasileiro.

Apesar do Flamengo contar com nomes como Júnior, Zinho, Djalminha, Paulo Nunes, Nélio, Gaúcho, Júlio Baiano, Marcelinho Carioca e muitos outros… o time Rubro Negro não começou o campeonato praticando o futebol que a torcida esperava. No entanto, a técnica apurada desses jogadores foram aflorando durante o campeonato, e com isso, o time cresceu de produção consideravelmente.

Com vinte participantes, o campeonato se iniciou. E os oito melhores colocados se classificariam para a próxima fase. Etapa essa, no qual os oito times se dividiriam em dois grupos de quatro equipes. E os primeiros de cada grupo, fariam a final do campeonato.

O Flamengo foi o melhor time do seu grupo, e com isso avançou a final. E o Botafogo que foi o primeiro colocado do seu grupo, fez uma campanha melhor durante a competição. E por isso, disputou a final tendo a vantagem empatar as duas partidas.

Liderado por Júnior, o Flamengo deu um show do jogo de ida e venceu o Botafogo pelo placar de 3×0.

No jogo da volta, apesar do Flamengo realizar uma bela apresentação, o placar final ficou em 2×2.

Ao término da competição, Junior se consagrou como o Maestro do time.

Não só por ser o mentor de toda a geração de jovens que compuseram aquela equipe, mas também por ser o principal jogador da equipe durante todo o campeonato.

Fora de campo, o Flamengo tinha a beira das quatro linhas, o competente e genial Carlinhos como técnico.

Com esse título, o Flamengo ampliava ainda mais a sua distância para os outros times do Brasil. Pois até então, o Flamengo era o único clube de futebol a conquistar cinco taças do Campeonato Brasileiro.

Não a toa, a época, existiam muitos adesivos no qual as pessoas colavam nas suas janelas de suas casas ou em seus carros, que tinham o seguinte slogan:

 “Só o Mengão é Penta.”

Saudações Rubro Negras.

* Quer sugerir um tema? Então, me siga no Twitter @thiagocsc e deixe a sua sugestão, crítica ou elogio.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget