Vinícius Jr e Paulinho duelam pela primeira vez no profissional

O GLOBO: Entre rivalidade e respeito mútuo, parceria nas seleções de base e competitividade nos clubes, Vinícius Júnior e Paulinho polarizam o duelo entre Flamengo e Vasco. Considerados por muitos as duas principais promessas do futebol brasileiro, os atacantes fazem neste sábado, às 17h, no Maracanã, o primeiro confronto entre os times profissionais.

Medirão forças pela primeira vez no estádio, que viveu os tempos áureos do Clássico dos Milhões nos anos 1980, quando o rubro-negro Zico e o vascaíno Roberto Dinamite protagonizaram duelos que entraram para a história do futebol carioca.

Hoje os tempos são outros e o duelo dessa tarde, o primeiro, pode ser também um dos últimos: Vinícius Júnior, quando completar 18 anos, em julho, já poderá se transferir para o Real Madrid, que pagou por ele 45 milhões de euros, cerca de R$ 175 milhões. Paulinho, por sua vez, é considerado um dos próximos da fila para ser negociado para a Europa. A rescisão giraria em torno de R$ 117 milhões. De acordo com o site especializado Transfermarkt, Vinícius é o jogador sub-17 mais valioso do mundo (R$ 78 milhões); Paulinho, o segundo (R$ 39 milhões).

Foto: Divulgação
Se o futuro do confronto é incerto, o passado é longo. Vinícius Júnior é apenas três dias mais velho que Paulinho. Ambos começaram no futebol de campo em 2010 e desde então se enfrentam. De 2015 para cá, nos campeonatos da Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj), o retrospecto é favorável ao rubro-negro — foram quatro vitórias de Vinícius, duas de Paulinho e um empate. Na base, cada um venceu um título estadual contra o outro.

Esta tarde, eles se enfrentarão em contextos diferentes. Enquanto que o atacante rubro-negro ainda é reserva e será titular graças à ausência de alguns medalhões, poupados pelo técnico Paulo César Carpegiani, o vascaíno já é uma referência na equipe de Zé Ricardo. Enquanto o Flamengo encara o jogo como mais um clássico, o Vasco enxerga na partida um ensaio para o jogo de quarta-feira, contra o Concepción, pela Libertadores.

O cenário de contrastes muda quando o assunto é seleção de base. Juntos, venceram o Sul-Americano Sub-17 ano passado. Barrado pelo Flamengo, Vinícius Júnior não pode ajudar Paulinho no Mundial e a equipe terminou em terceiro lugar.

SEM NENÊ

Com o desfalque de Nenê, Paulinho ganha ainda mais importância no Vasco. O apoiador não joga mais pelo time. Ele conversou no começo da noite de ontem com a diretoria do clube e informou do desejo de se transferir para o São Paulo. O Cruz-maltino ainda tentou convencê-lo a permanecer, mas diante da insistência do camisa 10, permitiu a transferência.

Para isso, porém, tanto o jogador quanto o clube do Morumbi deverão abrir mão de valores devidos pelo Vasco. O passivo do Cruz-maltino com o camisa 10 gira em torno de R$ 1,5 milhão, enquanto que o São Paulo tem cerca de R$ 800 mil para receber do clube carioca, referente a negócios passados.

Inicialmente, o envolvimento de atletas na negociação com o São Paulo está descartado. A caminho do Morumbi, Nenê, que tinha status de ídolo junto à boa parte da torcida vascaína, tinha contrato até o fim do ano.

Nenê solicitou a Zé Ricardo que ficasse fora da concentração para o jogo de hoje. Chegou a treinar entre os titulares, mas sua decisão já estava tomada.

Já o Flamengo, com a estreia na Libertadores apenas daqui um mês e classificação encaminhada para as finais da Taça Guanabara, usará um time misto e fará do clássico mais um treino. O técnico Carpegiani terá jovens, reservas e poucos titulares em ação na partida.

A ideia é começar a dar ritmo aos principais jogadores que atuaram até a final da Copa Sul-Americana. A expectativa é que nomes como Felipe Vizeu, Diego e Éverton Ribeiro reapareçam. Outros nomes, como dos zagueiros Réver e Juan, dos laterais Trauco e Pará, além do volante Arão, são incertos.

A certeza é que não serão relacionados todos os titulares. Alguns ainda requerem preparação mais longa de olho na temporada inteira. A comissão técnica avalia caso a caso para montar o grupo e não tem pressa para queimar etapas.

Enquanto o Flamengo encara o jogo como mais um clássico, o Vasco enxerga na partida um ensaio para o jogo contra o Concepción.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget