Botafogo veta Flamengo x Boavista no Engenhão após "chororô"

GLOBO ESPORTE: A rivalidade aguçada entre Botafogo e Flamengo nos últimos anos ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira: o Alvinegro comunicou à Ferj que não irá disponibilizar o Estádio Nilton Santos para a realização da final da Taça Guanabara, entre Flamengo e Boavista. Com o Maracanã voltado para shows durante o mês, a tendência é que a partida, marcada para as 17h (de Brasília) do próximo domingo seja disputada no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

O Botafogo considera o aluguel "barato" pela diretoria de R$ 100 mil do estádio, preço previsto no arbitral para jogos de um grande contra time de menor expressão (nos clássicos o valor é de R$ 200 mil). No entanto, o que pesou foi o clima azedo com o rival, que venceu o Alvinegro na semifinal com direito à confusão no fim com jogadores por causa de um gesto de "chororô" de Vinicius Junior. Dirigentes presentes em camarotes ficaram revoltados.

Vinicius Jr comemorando gol do Flamengo com gesto de "chororô" para o Botafogo - Foto: André Mourão
O Flamengo ainda não foi comunicado, mas como não é o mandante - o Boavista foi apontado por sorteio -, o clube acompanha, mas não participa das decisões e está alheio às conversas. Porém, a postura da diretoria do Botafogo deve roer o acordo que vinha sendo costurado pelos clubes para um pacote de jogos do Fla no Nilton Santos ao longo de 2018. O vice-presidente executivo alvinegro, Luiz Fernando Santos, e o diretor geral rubro-negro, Fred Luz, mantinham reuniões do tema.

Clima azedo
Botafogo e Flamengo não falam a mesma língua desde a conturbada transferência de Willian Arão para a Gávea em 2016. De lá para cá, outras polêmicas envolvendo os dois clubes afloraram a rivalidade dos últimos anos, como por exemplo: o vídeo do "Porta dos Fundos" que foi parar na Justiça; o desmanche da Arena Botafogo e o repasse do local para a atual Ilha do Urubu; clássicos com só 10% para visitantes; preços de ingressos na semifinal da Copa do Brasil 2017 etc.

Na gestão de Carlos Eduardo Pereira no Botafogo, o presidente chegou a dizer que o Flamengo não jogaria no Nilton Santos durante seu mandato. Agora na administração Nelson Mufarrej, o debate foi reaberto internamente, e a necessidade de aumentar os lucros com o estádio fez a diretoria voltar a praticar o aluguel - já cedeu o espaço para o Fluminense enfrentar o Salgueiro pela Copa do Brasil - e retomar o diálogo com o Rubro-Negro. Porém, eles voltam à estaca zero.

O que pesou foi o clima azedo com o rival, que venceu o Alvinegro com direito à confusão no fim por causa de um gesto de "chororô" de Vinicius Junior.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget