Carpegiani utiliza 32 jogadores em seu começo no Flamengo

EXTRA GLOBO: Ao fim da fase de classificação da Taça Guanabara, o Flamengo começa a ganhar a cara de Carpegiani. Em cinco jogos, o treinador utilizou 32 jogadores, da base e do elenco principal, e esboçou ideias de jogo e preferências por peças que devem nortear o trabalho da temporada. A invencibilidade da defesa é detalhe. O objetivo principal é encontrar a formação de meio-campo com técnica, pegada e compactação, de olho na estreia da Libertadores, dia 28, contra o River Plate.

Com boa parte dos titulares à disposição, o jogo com o Nova Iguaçu foi o termômetro mais fiel sobre as pretensões táticas. Carpegiani deixa claro no esquema 4-1-4-1 que terá Cuéllar como volante fixo, mas busca o substituto para as primeiras duas rodadas da Libertadores, quando o colombiano estará suspenso.

Carpegiani e Diego no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
O técnico indicou que Rômulo e Jonas brigam pela vaga. E deu a entender que na linha de quatro meias à frente é que haverá maior concorrência.

- Tento escalar o time que é mais conveniente. Não precisamos de dois volantes para jogarmos - frisou.

Hoje, a formação a partir da defesa teria Paquetá, Diego, Everton Ribeiro e Everton. Mais técnica e com menos marcação. Ainda se apresentam para a disputa Ronaldo, Arão, Jean Lucas, Marlos, Vinicius Junior e Geuvânio, sem contar outros meninos da base. Apenas Arão, lesionado, não jogou. Mas Carpegiani deixou claro que quer vê-lo chegar na frente. Tarefa que os laterais também vão precisar cumprir.

Diferente do que propunha Rueda, Carpegiani requer alas menos recuados e mais intensos. Por isso testou Everton do lado esquerdo enquanto espera a estreia de Trauco, outro que ainda não atuou. Renê fez quatro dos cinco jogos e foi discreto. Jean Lucas, Vinicius Junior e Lincoln também atuaram quatro vezes. No ataque, Henrique Dourado começa o ano como referência, mas Lincoln será opção, assim como Vizeu, que viajou para exames na Udinese mas retorna para jogar no primeiro semestre. A espinha dorsal está perto de se formar, e terá o goleiro Diego Alves.

O técnico indicou que Rômulo e Jonas brigam pela vaga. E deu a entender que na linha de quatro meias à frente é que haverá maior concorrência.


Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget