Clubes mais beneficiados em 2017 votaram contra Árbitro de Vídeo

Flamengo, Botafogo, Bahia, Chapecoense, Grêmio e Internacional acompanharam o clube paulista na votação do Conselho Técnico.

DRIBLE DE CORPO: O Palmeiras, time mais prejudicado pelo apito no Campeonato Brasileiro do ano passado, votou a favor da Arbitragem de Vídeo no Conselho Técnico de segunda-feira na CBF. Em contrapartida, os mais beneficiados — Corinthians e Cruzeiro — vetaram o uso da tecnologia na Série A 2018. A fonte do levantamento feito pelo blog é a própria CBF. Tem como base o Relatório de Análise de Desempenho de Arbitragem (Radar) elaborado pela entidade máxima do futebol brasileiro ao longo da Série A de 2017.

A CBF disponibiliza, a cada rodada do Campeonato Brasileiro, uma análise das decisões tomadas pelos árbitros em jogadas polêmicas e disponibiliza em seu site oficial. No ranking da Série A de 2017, o Palmeiras lidera a lista das equipes mais prejudicadas pelo apito, seguido por Atlético-Paranaense e pelo Coritiba — rebaixado para a segunda divisão. Vice-líder no ranking dos prejudicados, o Furacão foi contra o VAR.

Foto: Getty Images
Mais prejudicado do Brasileirão de 2017, o Palmeiras teve cinco pênaltis não marcados a seu favor contra Grêmio, Cruzeiro, Vitória (2) e Fluminense, e um gol em impedimento validado para o Botafogo. Coincidência ou não, o alviverde votou a favor do Árbitro de Vídeo no Brasileirão de 2017. Flamengo, Botafogo, Bahia, Chapecoense, Grêmio e Internacional acompanharam o clube paulista na votação do Conselho Técnico.

Segundo o Radar da CBF, o campeão brasileiro Corinthians e o Cruzeiro foram os mais beneficiados por equívocos do apito na Série A do ano passado. Pelo menos cinco lances favoreceram cada um deles. Na sequência aparece o Grêmio. Dos três, Corinthians e Cruzeiro votaram contra o uso da tecnologia no Campeonato Brasileiro.

Além de Corinthians e Cruzeiro, votaram contra o Árbitro de Vídeo os seguintes clubes: Santos, América-MG, Atlético-MG, Atlético-PR, Paraná, Vasco, Fluminense, Sport, Vitória e Ceará.

CAMPEONATO BRASILEIRO 2017

Times mais beneficiados pelos árbitros segundo a CBF

5 vezes: Corinthians e Cruzeiro
4 vezes: Grêmio
3 vezes: Palmeiras, Vitória, Chapecoense, Coritiba e Fluminense
2 vezes: Santos, Atlético-MG, Botafogo, Sport e Vasco
1 vez: Avaí, Ponte Preta, Atlético-GO, Atlético-PR, São Paulo, Bahia e Flamengo

Times mais prejudicados pelos árbitros segundo a CBF

6 vezes: Palmeiras
5 vezes: Atlético-PR e Coritiba
4 vezes: Botafogo, Cruzeiro e Vitória
3 vezes: Chapecoense e Corinthians
2 vezes: São Paulo, Atlético-GO, Grêmio, Avaí e Atlético-MG
1 vez: Bahia, Vasco e Sport

RODADA A RODADA

Os erros de arbitragem no Brasileirão 2017*

1ª Rodada: Corinthians 1 × 1 Chapecoense
Pênalti não marcado para a Chapecoense.

1ª Rodada: Grêmio 2 × 0 Botafogo
Segundo gol do Grêmio irregular.

1ª Rodada: Avaí 0 x 0 Vitória
Pênalti não marcado para o Avaí.

2ª Rodada: Atlético-PR 0 x 2 Grêmio
Pênalti não marcado para o Atlético-PR.

2ª Rodada: Vasco da Gama 2 × 1 Bahia
Jogador do Vasco não foi expulso.

4ª Rodada –  Cruzeiro 0 x 2 Chapecoense
Pênalti não marcado para o Cruzeiro.

5ª Rodada – Coritiba 1 × 0 Palmeiras
Jogador do Palmeiras não foi expulso.

6ª Rodada – Atlético-PR 0 x 2 Santos
Pênalti não marcado para o Atlético-PR.

7ª Rodada – Corinthians 1 × 0 Cruzeiro
Pênalti não marcado para o Cruzeiro.

7ª Rodada – Fluminense 0  x 2 Grêmio
Jogador do Fluminense não foi expulso.

8ª Rodada – Coritiba 0 x 0 Corinthians
Gol do Corinthians não foi validado.

9ª Rodada – Botafogo 3 x 1 Vasco
Gol irregular do Vasco.

9ª Rodada – Vitória 0 x 2 Santos
Pênalti não marcado para o Vitória.

10ª Rodada – Atlético-PR  4 × 1 Vitória
Pênalti não marcado para o Vitória.

10ª Rodada – Chapecoense 0 x 1 Atlético-MG
Pênalti não marcado para a Chapecoense.

11ª Rodada – Atlético-MG 3 × 1 Cruzeiro
Pênalti não marcado para o Atlético-MG.

11ª Rodada – Corinthians 1 × 0 Botafogo
Pênalti mal marcado para o Corinthians.

11ª Rodada – Palmeiras 1 × 0 Grêmio
Pênalti não marcado para o Palmeiras.

11ª Rodada – Sport 1 × 0 Atlético-PR
Pênalti mal marcado para o Sport.

12ª Rodada – Cruzeiro 3 × 1 Palmeiras
Pênalti não marcado para o Palmeiras.

13ª rodada – São Paulo 2 × 2 Atlético-GO
Gol irregular do São Paulo.

14ª rodada – Palmeiras 4 × 2 Vitória
Pênalti mal marcado para o Palmeiras.
Pênalti não marcado para o Palmeiras.

14ª rodada – Chapecoense 2 × 0 São Paulo
Pênalti não marcado para o São Paulo.

14ª rodada – Botafogo 2 × 0 Sport
Gol irregular do Botafogo.

16ª rodada – Atlético-GO 1  x 1 Botafogo
Gol irregular do Atlético-GO.

16ª rodada – Avaí 1 x 0 Cruzeiro
Pênalti não marcado para o Cruzeiro.

16ª rodada – Vitória 1 x 2 Chapecoense
Gol mal anulado do Vitória por impedimento.

17ª rodada – Corinthians 1 × 1 Flamengo
Impedimento mal marcado em gol do Corinthians.

17ª rodada – Coritiba 0 x 2 Atlético-MG
Pênalti não marcado para o Coritiba.
Impedimento mal marcado em gol do Atlético-MG.

18ª rodada – Botafogo 1 × 2 Palmeiras
Gol em impedimento do Botafogo.

21ª rodada – Cruzeiro 2 × 0 Sport
Pênalti não marcado para o Cruzeiro

22ª rodada – Cruzeiro 2 × 0 Sport
Pênalti não marcado para o Cruzeiro

24ª rodada – Corinthians 1 × 0 Vasco
Gol irregular validado para o Corinthians.

24ª rodada – Atlético-PR 3 × 1 Fluminense
Pênalti não assinalado para o Atlético-PR.

25ª rodada – Fluminense 0 x 1 Palmeiras
Pênalti não assinalado para o Palmeiras.

26ª rodada – Cruzeiro 1 × 1 Corinthians
Gol do Corinthians mal anulado por impedimento.

26ª rodada – Bahia 1 × 1 Coritiba
Pênalti não assinalado para o Coritiba.

27ª Rodada – Corinthians 3 x 1 Coritiba
Impedimento mal marcado contra o Coritiba.

28ª Rodada – Atlético-GO 1  x 3 Palmeiras
Falta em lance de gol para o Palmeiras.

29ª Rodada – Vitória 2 x 3 Atlético-PR
Jogador do Vitória estava impedido ao sofrer pênalti.

30ª Rodada – Grêmio 1 x 3 Palmeiras
Pênalti não marcado para o Grêmio.

34ª Rodada – Coritiba 1 x 1 Ponte Preta
Pênalti não marcado para o Coritiba.

36ª Rodada – Cruzeiro 2 x 2 Avaí
Pênalti mal marcado para o Cruzeiro.

37ª rodada – Coritiba 1 x 2 São Paulo
Pênalti mal marcado para o Coritiba.

Fonte: Relatório de Análise de Desempenho de Arbitragem da CBF (Radar)


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget