Cueva diz que Guerrero o xingou em "aconselhamento"

GLOBO ESPORTE: Cueva foi cobrado por toda a diretoria do São Paulo e também pela comissão técnica por conta do atraso na pré-temporada e consequente revolta por não ser escalado como titular. Mas o meia do Tricolor recebeu um outro puxão de orelha que o ajudou a se recuperar: o de Paolo Guerrero.

O atacante do Flamengo, que está suspenso por seis meses após ser flagrado no doping, também é peruano e joga com Cueva na seleção do país. O Peru, aliás, está de volta à Copa do Mundo após 36 anos e os dois estão entre os principais nomes do time comandado pelo argentino Ricardo Gareca.

Foto: Divulgação
– Ele me xingou muito. Primeiro ele ligou para me acalmar, para que pensasse nas coisas que não tinha mais que fazer. Depois, ele me cobrou. Conversei quase 45 minutos com ele. E realmente me serviu esse papo – contou Cueva, que chegou a ser barrado de três partidas do Tricolor.

Camisa 10 do São Paulo, Cueva voltou a ser titular na vitória por 1 a 0 sobre o Bragantino, na quarta-feira passada, pelo Campeonato Paulista. O peruano deve continuar com esse status na próxima quinta, em partida conta o CSA, em Maceió, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Mais solto depois de fazer as pazes com diretoria, comissão técnica e elenco (ele pediu desculpas no vestiário a todos os companheiros), Cueva considera que a união que tem na seleção peruana o ajudou a aceitar bem os conselhos de Guerrero e seguir adiante:

– Somos amigos, companheiros. É isso que temos na seleção do Peru. A preocupação que há com um há com todos. E isso foi fundamental para nos classificarmos ao Mundial também. Cada um se sente responsável pelo outro, para que fiquemos focados e não cometamos os mesmos erros.

Cueva, por sinal, também se aproximou de Guerrero quando o atacante do Flamengo foi pego no doping e chegou a ser suspenso por um ano do futebol. Mais tarde, a pena foi reduzida para seis meses, e o atacante pode estar apto a disputar a Copa do Mundo pelo Peru.

– Todos ficamos tristes. Um momento muito difícil para ele, que precisava do apoio de todo mundo. O país todo o apoiou. A mãe dele, os companheiros... Ele tomou essa força. Guerrero sempre foi um jogador muito responsável, profissional, que me ensinou muito – completou Cueva.

Na Copa do Mundo, o Peru está no Grupo C, com Austrália, Dinamarca e França. A estreia será no dia 16 de junho, às 13h (de Brasília), contra a Dinamarca.

O atacante do Flamengo, que está suspenso por seis meses após ser flagrado no doping, também é peruano e joga com Cueva na seleção do país.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget