Diego Alves e Enzo Perez se reencontram em Flamengo x River

GLOBO ESPORTE: Durante duas temporadas, Diego Alves e Enzo Perez foram mais do que colegas. Eram vizinhos, companheiros de time e criaram uma amizade que não se desfez após a saída de ambos do Valencia, da Espanha, no ano passado. O reencontro da dupla, no entanto, acontecerá até antes do esperado.

Nesta quarta-feira, o goleiro do Flamengo e o volante do River Plate têm duelo marcado agora como adversários, na estreia de suas equipes pela fase de grupos Libertadores. Confronto de imensa importância para a equipe de ambos.

Foto: Divulgação
- Quando eu fiquei sabendo que o River tinha caído no mesmo grupo do Flamengo, eu mandei uma mensagem para ele. E agora que está chegando o momento, espero que eu possa sair vencedor desse duelo. Sempre respeitando, porque eu sei que ele é um grande jogador e o River é um grande clube - disse Diego Alves.

''Amigos pessoais''

Já atuando normalmente como titular do Flamengo depois da lesão que o afastou por dois meses do gramado, Diego Alves fala com carinho do amigo dos tempos de Valencia. O goleiro ficou no clube espanhol entre 2011 e 2017. Perez, por sua vez, chegou em 2015 e também saiu no ano passado.

- Somos amigos pessoais. Quando jogávamos juntos, íamos um na casa do outro, as famílias se relacionavam também. Ele era uma pessoa muito próxima, acho que até por ser argentino, já que normalmente os sul-americanos mantêm uma relação mais próxima quando estão na Europa. A gente também morava perto. Nos falamos até hoje. Foi um momento muito bom que vivemos juntos no Valencia - disse.

Destaque do River, Enzo Perez foi titular em final de Copa do Mundo

É bem verdade que o River Plate chega ao Brasil para enfrentar o Flamengo em momento conturbado. O início de temporada é bem abaixo da expectativa - e do investimento - do clube argentino. E a pressão é grande.

Mas os destaques individuais da equipe argentina continuam sendo as principais armas do time do técnico Marcelo Gallardo. E, sem dúvidas, Enzo Perez é uma delas. Aos 32 anos, ele carrega experiência do futebol europeu e foi titular na última final de Copa do Mundo - quando a Argentina perdeu para a Alemanha.

Ex-companheiro, Diego Alves viu de perto e conhece esses perigos.

- O Enzo Perez é um jogador muito versátil. Ao mesmo tempo que é um jogador defensivo, tem uma facilidade muito grande de chegar na área adversária. Tem um passe muito bom. Ele tem a capacidade de praticamente sustentar um time, tanto na parte defensiva quanto na parte ofensiva. Um jogador que tem muita experiência e que, com certeza, pode fazer a diferença nesses jogos. Se ele estiver bem, pode fazer o time dele render muito - analisou Diego Alves.

Ambos voltaram para seus países na mesma época

No ano passado, o treinador Marcelino Garcia Toral quis fazer mudanças no elenco do Valencia. Na época, a imprensa espanhola apontava que a ideia do comandante era realizar uma reformulação no time. E o plano passava pelas saídas de jogadores, incluindo o brasileiro e o argentino.

Em 21 de maio do ano passado, os dois foram relacionados pela última vez no Valencia. Ambos ficaram apenas no banco de reservas diante do Villareal. Diego relembrou a despedida do clube e a chegada do Flamengo.

- A minha saída foi normal. Recebi uma proposta muito boa por tudo que envolvia esse retorno ao Brasil, a grandeza do Flamengo, a ambição do clube, o momento que atravessa, o projeto sólido. Nunca tive dúvidas. (...) Fui muito feliz na Espanha, como estou sendo muito feliz no Brasil - lembra o goleiro.

Pouco depois daquele jogo, Enzo e Diego fizeram as malas e voltaram para seus países. O primeiro foi reforço de peso no River no segundo semestre de 2017 e realizou sua estreia diante do Guarani, pelas oitavas de final da Libertadores, dia 9 de agosto. Sua equipe chegou até a semifinal do torneio.

Diego Alves iniciou sua trajetória alguns dias antes, em 30 de julho, no empate do Flamengo diante do Corinthians, pelo Brasileirão. Ele chegou ao Rubro-Negro como solução para o problema da má fase dos goleiros que o clube enfrentava na temporada.

Eram vizinhos, companheiros de time e criaram uma amizade que não se desfez após a saída de ambos do Valencia, da Espanha, no ano passado.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget