Dourado reconhece que ainda precisa se adaptar no Flamengo

LANCE: A certeza de que saboreou apenas a primeira entre as muitas alegrias de sua trajetória no Flamengo passa pela cabeça de Henrique Dourado. Após estrear com ótima atuação e marcando um gol na vitória por 3 a 1 sobre o Botafogo, o atacante reconheceu sua ansiedade até a estreia no Estádio Raulino de Oliveira:

– Agradeço a todos os jogadores, que me acolheram muito bem, e ao estafe do Flamengo, que me ajudaram a me empenhar.Sabia da responsabilidade que ia ter, e ia encarar uma pressão muito grande.

Além de celebrar seu gol marcado logo na estreia pelo Rubro-Negro (e o primeiro contra o Botafogo na sua carreira), o Ceifador deixou um alerta para a Nação. Os torcedores poderão esperar um atacante que não restringe sua luta a estar sempre bem posicionado para balançar a rede:

Henrique Dourado, ceifador, no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
– Muitas vezes, a contribuição não vai ser com gol, e sim fazendo pivô, para dar espaço aos meus companheiros. Agora, fico muito feliz porque pude estrear com gol, é sempre bom estrear marcando. Dourado destacou que ainda não está em seu melhor momento, e prevê dias melhores em seu novo desafio na carreira.

– Agora é buscar o ritmo de jogo, que me faltou um pouco, mas estou contente pelo resultado. Estão todos de parabéns.

Mesmo ganhando elogios de companheiros e do técnico Paulo César Carpegiani, o camisa 19 deixa um sinal de alerta para seu futebol:

– Temos de matar um leão por dia. Mas, à medida que formos adquirindo mais entrosamento, tudo vai ficar ainda melhor.

À espera de novos obstáculos pelo seu caminho, o Ceifador já dá um pontapé inicial do jeito que muitos jogadores esperam no Flamengo: nas graças da Nação.

BATE-BOLA
HENRIQUE DOURADO

Você prometeu fazer o gesto do Ceifador só quando marcasse seu primeiro gol. Como é estrear balançando a rede, e como tem sido esse seu início pelo Flamengo?

Nada mal. Esse carinho que venho recebendo desde que fui anunciado tem sido magnífico, especial. Quero retribuir isso dentro de campo. Por mais que às vezes a bola não entre, tenho de continuar me dedicando. Não pode faltar o empenho.

Crê que o entrosamento virá rapidamente com o elenco?

Quando se joga ao lado de jogadores com a inteligência que têm os nossos, tudo fica mais fácil. Aos poucos, nós vamos adquirindo esse entendimento, porque em um olhar você consegue entender o companheiro. O entrosamento vai fluir naturalmente.

Qual nota você daria para o desempenho que o Flamengo teve contra o Botafogo?

Acho que um 7 para nós está de bom tamanho. Temos sempre de estar nos superando. Não podemos nos acomodar, e sim melhorar a cada jogo.

Mesmo ganhando elogios de companheiros e do técnico Paulo César Carpegiani, o camisa 19 deixa um sinal de alerta para seu futebol.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget