Dourado tenta quebrar sina de artilheiros de Brasileiro no Flamengo

GLOBO ESPORTE: Da artilharia do Brasileirão direto para a Gávea. A trajetória de Henrique Dourado não é novidade para o Flamengo. Na década passada, o Rubro-Negro repetiu a estratégia na busca por gols. Goleadores máximos do campeonato nacional, Dimba, Souza e Josiel monopolizaram holofotes, chegaram badalados, mas não repetiram a performance. Cabe ao Ceifador mudar o rumo dessa história.

Autor de 18 gols no último Brasileirão, Dourado dividiu o posto com Jô, mas foi além: terminou a temporada como maior goleador somando todas as competições, com 32. Se vale de comparação positiva, o posto é o mesmo que alçou Hernane a ídolo pelo desempenho em 2013. Comparações à parte, só o rendimento do Ceifador em campo dirá como será lembrado no futuro.

Dimba 2004
A primeira e mais conturbada da série de contratações de artilheiros do Brasileirão. Chegou em 2004, após marcar 31 gols na edição anterior da maior competição do país, e logo se viu em meio a uma polêmica: enquanto os jogadores tinham salários atrasado, foi comprado ao Al Ittihad por um alto investimento.

Henrique Dourado, do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Em campo, não disse a que veio: 37 partidas e apenas 13 gols. Rendimento que só não foi pior do que o de Dill, também artilheiro do Brasileirão, em 2000, que entrou em campo nove vezes, não fez gol e ainda foi vilão da eliminação na Sul-Americana, para o Santos, nos pênaltis.

Souza 2007
O Caveirão pode ser considerado o caso de maior sucesso entre as tentativas. Se não chegou a ser ídolo, ficou marcado por boas atuações e se tornou importante nos títulos estaduais de 2007 e 2008, além da arrancada que levou à Libertadores em 2007. Vindo do Goiás após marcar 17 vezes no Brasileirão de 2006, ficou duas temporadas na Gávea, com 74 jogos e 24 gols.

Josiel 2008
Foi quase tão mal quanto Dimba. A seu favor, tem a participação na campanha do hexacampeonato brasileiro, em 2009, com dois gols na vitória por 2 a 1 sobre o Santo André, ainda no início da competição. Foi a melhor participação em um ano e meio de clube. Artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2007 pelo Paraná, com 20 gols, disputou 30 partidas e fez 13 gols.

Se vale de comparação positiva, o posto é o mesmo que alçou Hernane a ídolo pelo desempenho em 2013.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget