Eduardo Antunes Coimbra. Cracaço Edu!

Jogou com maestria pelo Flamengo, América e outros times. Considerado um dos maiores jogadores de futebol dos anos 60 e 70.

Semana festiva para os nobres flamenguistas, pois no dia 5 de fevereiro completou 71 anos de vida o “PEQUENO GIGANTE” Edu. Nascido de berço abençoado, irmão de craques e professores, filho dos Antunes Coimbra, conhecido sobrenome que nos remete à realeza.

Jogou com maestria pelo Flamengo, América e outros times. Considerado um dos maiores jogadores de futebol dos anos 60 e 70. Seu corpo, um pouco mais franzino, levitava em campo, sobrepujando os parrudos músculos dos seus adversários. Técnica apurada e sintonia perfeita com a bola, Edu se transformou em grande personalidade brasileira, tornando-se importante técnico do futebol brasileiro.

Foto: Divulgação
A homenagem aqui prestada não vai para o jogador Edu, mas sim para uma pessoa especial, dedicado irmão, pai, filho e gentil camarada. Não fugiu aos bons ensinamentos educativos dos pais e da vida. Edu é uma chancela viva que valida toda “fama” desta família. Fama do sucesso profissional, mas principalmente de serem pessoas extremamente educadas, gentis e competentes.

Edu é uma enciclopédia do futebol. Uma pessoa que convive com o Glamour diário, mas que não se deixa levar pelas armadilhas vaidosas da vida. Sabe contar histórias como ninguém, mas sabe ouvir também, desta forma, comprovando sua sabedoria ímpar. Agraciado como irmão, sempre foi um grande incentivador do Zico, da D. Zezé, do Nando, de todos os irmãos, dos seus filhos, sobrinhos, enfim, uma energia contagiante. Edu é senhor, que logo diz: ”Senhor está no céu”! Edu é eclético, um sábio que saltita entre as brincadeiras futebolísticas e a altivez de um “Lorde”. Edu é ele, é família, é camarada, é simples, dono de uma simplicidade riquíssima e certamente enriquecedora. Uma simplicidade que anda faltando por aí. Simplicidade de um craque da vida!

Naquela conhecida ferrovia, chamada vida, muitos são os trens que circulam. Muitos são os destinos e objetivos. Certamente somos parte desta máquina que não para, mesmo trocando algumas peças. Alguns são nomeados como vagões e uns poucos como locomotivas. Edu tem a simplicidade de um vagão, mas seu apito ecoa pelos vales, ressaltando a força carismática de uma locomotiva.

Que Edu continue recebendo as bênçãos do nosso Deus e que esteja sempre no coração da grande Nação Rubro-negra, além de todos os amantes do futebol. Testemunho aqui que o seu coração não cabe no território brasileiro. O conhecimento é pequeno, o tempo de convivência é curto, mas a carência destas pessoas diferenciadas nos faz facilmente enxergar as poucas que assim se oferecem.

PARABÉNS, SAÚDE E PAZ. VALEU EDU!

HENRIQUE MORAES


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget