Flamengo cobra custos de prejuizo na Ilha do Urubu de construtora

GLOBO ESPORTE: O Flamengo vai cobrar dos responsáveis pela colocação das duas torres de iluminação na Ilha do Urubu o prejuízo pelos estragos do temporal da madrugada de quinta-feira no Rio de Janeiro. O estádio - e boa parte do bairro da Ilha do Governador - estava sem luz até a madrugada deste sábado. Uma equipe contabiliza os problemas, que foram além da queda dos refletores. Os escudos do clube, que ficam nas laterais das arquibancadas, também descolaram com os fortes ventos.

A diretoria do Flamengo se manifestou através de nota oficial na última quinta-feira, com as informações da queda das torres que ficam entre as arquibancadas dos setores Oeste e Norte e Oeste e Sul. O clube evita se pronunciar novamente até receber relatórios e laudos sobre os prejuízos. O acordo com o Botafogo pelo uso do Nilton Santos contra River Plate e Madureira, com possibilidade de extensão a médio prazo, é um sinal de que a Ilha vai demorar um pouco mais para receber jogos do Flamengo.

Poste de luz caido na Ilha do Urubu, estádio do Flamengo - Foto: Divulgação
A diretoria do Flamengo não coloca prazo para o retorno ao estádio da Ilha do Governador. Em contato com a reportagem, dirigentes da Portuguesa se mostraram pessimistas em realizar jogos no local até o fim do Campeonato Carioca.

Oposição pede explicações

As obras foram realizadas pelo Consórcio Rohr-Fast, duas empresas de engenharia. A Simbratec executou as obras nas arquibancadas tubulares no estádio. A reportagem tentou contato com as empresas e dois dos engenheiros do Consórcio, mas não teve retorno. O custo total, inicialmente orçado em R$ 12 milhões, chegou a R$ 18 milhões, com a necessidade de reforço estrutural na colocação de um dos postes, onde passa águas fluviais embaixo do terreno do estádio.

O GloboEsporte.com tentou contato com a assessoria de imprensa do Flamengo para buscar mais informações sobre o assunto. Havia um seguro pela ampliação e construção das arquibancadas e de toda a estrutura. O Rubro-Negro avalia ainda se aciona judicialmente os construtores para cobrar os prejuízos.

Um grupo de oposição, chamado Fla+, fez alusão ao artigo 88 do estatuto do Flamengo - que fala na competência do Conselho Deliberativo em "autorizar a realização de obras de construção, reforma ou ampliação de imóveis" - para pedir a verificação do caso na Comissão de Obras do Conselho Deliberativo, com possibilidade de criação de comissão de inquérito e sindicância, com pedido de explicações ao Conselho Diretor do Flamengo.

Os escudos do clube, que ficam nas laterais das arquibancadas, também descolaram com os fortes ventos.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget