Flamengo é grande demais para o Campeonato Carioca

ESPN FC: Por João Luis Jr

Funciona mais ou menos como pedir uma opinião sobre você pra sua avó. Você tá 20 kg acima do peso e ela fala que você tá “magrinho demais”; você está solteiro com 42 anos porque é uma pessoa insuportável e ela diz que “ainda não apareceu alguém que te mereça”; você acabou de ser demitido por dormir no banheiro do escritório durante o expediente e pra ela a culpa é do seu chefe que “não reconhecia o seu talento”. Vai te animar? Claro que vai. Você vai ficar feliz de ouvir? Com certeza. Serve de referencial pra como o resto do mundo te vê? Absolutamente não, em hipótese alguma.

E isso é o Campeonato Carioca para o Flamengo. A vitória sobre o Botafogo por 3x1 foi, sim, maiúscula, uma demonstração de imensa superioridade sobre o rival, uma partida tão fácil que não apenas poderíamos ter goleado com tranquilidade, como o único gol sofrido aconteceu porque Réver achou o jogo tão sem graça que decidiu experimentar passar um tempinho sem correr pra ver se dava uma equilibrada, claro, mas ainda assim, por mais que seja uma vitória num clássico, por mais que seja uma semifinal, ela acaba dizendo muito pouco ou quase nada.

Time do Flamengo no Campeonato Carioca 2018 - Foto: Gilvan de Souza
Afinal, o Botafogo, com todo respeito pela instituição e história do clube, tem atualmente uma equipe que foi eliminada na Copa do Brasil pela Aparecidense, um time goiano da Série D do Campeonato Brasileiro. E após passar por eles na semifinal o Flamengo irá enfrentar o Boavista na decisão da Taça Guanabara, já que Fluminense e Vasco não conseguiram nem mesmo passar da fase de grupos num campeonato de nível tão baixo que o artilheiro no presente momento é o atacante Pipico, do Macaé, com passagem pelo futebol da Ilha de Malta.

Isso quer dizer que a vitória não deve ser comemorada, que não houve evolução na equipe ou mesmo que a bola de Vinícius Jr foi menos na gaveta pelo fato do técnico do Botafogo se chamar “Felipe Tigrão”? Claro que não. Mas é importante lembrar - e sempre - que as metas e cobranças do Flamengo precisam ser maiores. Clássicos são importantes, rivalidades são valiosas, mas fica cada dia mais claro que o Flamengo não pode tomar como referência da sua capacidade times que, apesar da grande história e da importância no cenário nacional, vivem momentos técnicos ruins e não oferecem atualmente o nível de desafio que precisamos pra superar as competições realmente importantes que iremos encontrar pela frente.

Vencer a Taça Guanabara, a Taça Rio, ou o Campeonato Carioca - se vencermos, porque uma coisa que o Flamengo já falhou várias vezes foi em traduzir sua superioridade em resultados - é importante e divertido, mas não pode nunca ser visto como um título significativo ou ter a capacidade de nos iludir diante dos problemas que o time ainda tem e que precisamos resolver se quisermos ganhar as competições realmente grandes, como a Libertadores, o Brasileirão, a Copa do Brasil. Da mesma forma que você não pode se achar bonito apenas porque a sua avó te chama de lindo, é importante que o Flamengo nunca acredite que ser o melhor do Rio garante alguma coisa diante de um Corinthians, Grêmio ou River Plate.

É importante que o Flamengo nunca acredite que ser o melhor do Rio garante alguma coisa diante de um Corinthians, Grêmio ou River Plate.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget