Flamengo estreia na Libertadores para enterrar fiascos recentes

LANCE: O Flamengo estreia nesta quarta na Libertadores, contra o River, para apagar os fiascos das últimas participações na Copa. Em 2017 o Flamengo, iniciou a campanha de forma animadora, sendo cotado como um dos favoritos a levantar a Taça. No Maracanã, o Rubro-Negro goleou o San Lorenzo por 4 a 0, dando a entender que viria forte na competição. Entretanto, não foi o que aconteceu...

Na última rodada, o Fla enfrentou o próprio San Lorenzo, contudo, não teve a mesma sorte da primeira rodada. Os cariocas chegaram para a partida dependendo apenas de um empate, mas sofreram virada nos acréscimos da segunda etapa. O resultado do outro jogo do grupo também não favoreceu e o Flamengo foi eliminado na primeira fase da competição

Foto: Divulgação
Três anos antes, em 2014, o Rubro-Negro também participou da Libertadores, após conquistar a Copa do Brasil no ano anterior. Mesmo perdendo a primeira partida para o León (MEX), fora de casa por 2 a 1, o Fla se recuperou e venceu o Emelec (EQU) em casa pelo placar de 3 a 1 na segunda rodada

Assim como em 2017, os cariocas foram eliminados na última rodada da fase de grupos. Em casa, dependendo apenas de si, o Flamengo foi derrotado novamente pelo León, agora por 3 a 2. O resultado do jogo entre Bolívar e Emelec também não favoreceu o Flamengo, que terminou a Copa na terceira posição, com apenas sete pontos

Ainda com Ronaldinho Gaúcho no elenco o Fla iniciou a participação na Libertadores de 2012 contra o Lanús fora de casa. Na oportunidade, o Rubro-Negro saiu da Argentina com o empate em 1 a 1. No decorrer da fase de grupos daquele ano os cariocas não obtiveram bons resultados

Após três derrotas e apenas uma vitória, o Fla chegou na última rodada precisando de uma vitória contra o Lanús e um empate entre Emelec e Olimpia (PAR). O Rubro-Negro fez sua parte, venceu os argentinos por 3 a 0, e passava de fase até os 47' do segundo tempo, quando o Emelec marcou um gol e desempatou a partida contra Olimpia, eliminando os cariocas

Das Copas mais recentes, foi no ano de 2010 que o time da Gávea teve o melhor desempenho. Após ser Campeão Brasileiro no ano anterior, classificou-se para a fase mata-mata na segunda colocação e eliminou o Corinthians, em pleno Pacaembu, nas oitavas de final com o badalado ataque do "Império do Amor", formado por Adriano e Vágner Love

No entanto, não chegou muito mais longe que isso. O Flamengo pegou o Universidad de Chile, time de melhor campanha na Libertadores até ali, nas quartas de final e não obteve sucesso. Na primeira partida no Maracanã o Rubro-Negro perdeu por 3 a 2. Até conseguiu vencer os chilenos fora de casa por 2 a 1, no jogo de volta mas foi eliminado pelo critério do gol fora de casa

A Libertadores talvez de 2008 talvez tenha sido uma das mais melancólicas para os torcedores Rubro-Negros, que não gostam nem de lembrar. O Flamengo teve a melhor campanha da fase de grupos, junto com o vice-campeão daquele ano, o Fluminense, com 13 pontos.

Foi aí que começou o drama. O Rubro-Negro pegou o América do México nas Oitavas de final e surpreendentemente goleou os mexicanos fora de casa por 4 a 2, quase carimbando passagem pra próximo fase. Contudo, não foi o que aconteceu, na partida de volta o America fez 3 a 0 em pleno Maracanã, com dois de Cabañas e eliminou o Flamengo da competição

Em 2007 a situação foi parecida com a do ano seguinte. O Flamengo era o segundo time de melhor campanha na competição internacional na fase de grupos, só atrás do Santos. Na oportunidade, o Fla tinha ganho cinco partidas e empatado uma, somando 16 pontos, mas assim como em 2008, foi eliminado nas oitavas

A desclassificação veio contra o Defensor, do Uruguai. O jogo de ida foi fundamental para saída do Fla da Liberta, quando os cariocas perderam fora de casa por 3 a 0. Na volta, no Maracanã, o Rubro-Negro fez até um bom jogo e ganhou a partida por 2 a 0, com dois bonitos chutes de Renato Abreu, mas não foi o suficiente para classificar-se para as quartas

Para fechar as eliminações do time da Gávea na Libertadores no século XXI, mais uma desclassificação na primeira fase. Em 2002, o Flamengo teve a pior campanha dentre as competições continentais que disputou neste século

Foi apenas uma vitória, um empate e quatro derrotas na fase de grupos, amargando a última colocação da chave cm quatro pontos. A equipe perdeu duas vezes para a Universidad Catolica, do Chile, uma delas por 3 a 1 no Maracanã.



Na última rodada, o Fla enfrentou o próprio San Lorenzo, contudo, não teve a mesma sorte da primeira rodada.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget