Flamengo goleia com gols de Diego, Dourado, Paquetá e Vinicius Jr

LANCE: Em ritmo de treino, o Flamengo não teve problemas para vencer o Madureira na noite desta quarta-feira: 4 a 0 no Estádio Nilton Santos. Os gols do Rubro-Negro foram de Diego, Lucas Paquetá, Henrique Dourado e Vinícius Júnior.

Campeão da Taça Guanabara, o Rubro-Negro estreou na Taça Rio já de olho no jogo da próxima quarta-feira: estreia na Libertadores diante do River Plate-ARG. O treinador Carpegiani aproveitou para fazer pequenos ajustes e teve sucesso. Antes, o Flamengo encara o Flu no sábado, provavelmente com time misto.

O GOLAÇO

O Flamengo dominou o jogo desde o apito inicial. Éverton Ribeiro e Rodinei fizeram boa dobradinha pela direita, mas foi em arrancada de Diego pelo meio, quando o atleta foi derrubado, que surgiu a oportunidade para abrir o placar no confronto.

Jogadores do Flamengo comemorando gol com uniforme amarelo - Foto: Gilvan de Souza
"É falta na entrada da área, adivinha quem vai bater..." Já profetizava o rubro-negro Jorge Ben Jor. Em cobrança digna da camisa 10 que veste, Diego colocou no ângulo direito de Jonathan e fez um golaço: 1 a 0.

RETORNO TRANQUILO

Recuperado de fratura na clavícula, Diego Alves voltou a atuar pelo Flamengo após 90 dias. A escalação do camisa 1 foi uma das novidades visando o jogo contra o River Plate, mas o Madureira pouco exigiu do goleiro. Sua única intervenção foi em finalização de Luciano, de dentro da área, e o goleiro foi muito bem.

JONAS CUMPRE O PAPEL

Cuéllar, suspenso, não estará à disposição de Paulo César Carpegiani nas duas primeiras rodadas da Libertadores. Assim, o técnico teve que buscar soluções no elenco e encontrou Jonas, de volta ao Fla após defender o Coritiba em 2017.

Ontem, o camisa 14 foi outra vez testado, iniciando o jogo e cumprindo o papel que se espera dele: marcação firme e ajuda na saída de bola. É verdade que o volante teve uma missão tranquila diante do inoperante ataque do Madureira, mas parece ser a melhor nome para a função. No fim, deu lugar a Rômulo, outra opção de Carpegiani para substituir Cuéllar na Copa Libertadores.

GOLS SAEM FÁCIL

Os gols do Flamengo saíram naturalmente. Ainda na etapa inicial, Lucas Paquetá aproveitou a desatenção da zaga rival, que pediu impedimento inexistente e parou, para fazer 2 a 0.

O Rubro-Negro manteve o domínio depois do intervalo. Quando Éverton Ribeiro foi derrubado na área, a torcida já comemorou. Henrique Dourado cobrou com a categoria de sempre e deixou sua marca: 3 a 0.

Já com Vinícius Júnior em campo, o Flamengo passou perder gol atrás de gol. Henrique Dourado desperdiçou duas chances claras. Nos minutos finais, o xodó rubro-negro fez o seu aproveitando rebote do goleiro em lance de Trauco.

Recuperado de fratura na clavícula, Diego Alves voltou a atuar pelo Flamengo após 90 dias.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget