Flamengo soma prejuizo no Carioca, enquanto Ferj lucra com time

ESPN: O Flamengo espera faturar quase R$ 49 milhões com bilheteria em 2018. Para alcançar o número previsto no orçamento, contudo, precisará superar o prejuízo acumulado até aqui, já que, nos quatro primeiros jogos do ano no Rio de Janeiro, só acumulou saldos negativos.

A única exceção no Campeonato Carioca, em que disputará a semifinal da Taça Guanabara no próximo sábado contra o Botafogo em Volta Redonda, foi o jogo contra o Nova Iguaçu, levado para Brasília, em acordo com o rival, e que rendeu R$ 250 mil aos cofres rubro-negros.

Foto: Gilvan de Souza
Já nas quatro partidas realizadas no Rio pelo Flamengo no Estadual, o prejuízo acumulado foi de exatos R$ 593,4 mil, sendo o maior justamente na única que vez que atuou no Maracanã, no clássico contra o Vasco, em que os dois clubes dividiram perda de R$ 228,9 mil.

Nos dois jogos que fez na Ilha do Urubu, a equipe rubro-negra teve perdas que superaram R$ 150 mil. Contra a Cabofriense, com 4.045 pagantes no estádio, o prejuízo foi de R$ 191 mil, enquanto contra o Bangu, para 4.589 torcedores, o valor chegou a R$ 168,8 mil negativos.

Completa a conta de resultados vermelho o compromisso contra o Volta Redonda, como visitante, no Raulino de Oliveira, já que, no Carioca, os grandes tem parte nas rendas de todos seus jogos. Só que, como o balanço foi negativo, coube ao Flamengo prejuízo de R$ 4,78 mil.

Na partida de pior resultado até agora, o clássico contra o Vasco, a maior despesa foi registrada no custo operacional do estádio, que consumiu R$ 343,9 mil da renda bruta, que foi de R$ 529,9 mil (quase 65%). O aluguel do Maracanã e “contas de consumo” representaram R$ 150 mil cada.

Em geral, o custo de operação do jogo é sempre o maior responsável pelos gastos. Na Ilha do Urubu, por exemplo, os valores variaram entre R$ 150 mil e R$ 160 mil contra Cabofriense e Bangu.

No caso do Flamengo, inclusive, cada partida representa prejuízo ainda maior, já que, ao resultado da bilheteria, também se soma a despesa com exame antidoping, assumida pelo clube no Carioca. Nesse quesito, nos quatro duelos no Rio, a equipe gastou mais de R$ 6 mil em cada.

Também entre as despesas, entra a taxa cobrada pela FERJ. Enquanto o Flamengo acumulou prejuízo nos cinco jogos que fez pelo Carioca, aqui incluindo os R$ 250 mil arrecadados em Brasília, a Federação obteve lucro de quase R$ 140 mil – R$ 63,8 só no jogo longe do Rio.

Flamengo e Botafogo se enfrentam no próximo sábado, no Raulino de Oliveira, às 16h30 (de Brasília), pela semifinal da Taça Guanabara. A outra vaga na decisão sai do duelo que acontece entre Boavista e Bangu, nesta quinta-feira, às 17h, no Estádio Nilton Santos.

Incluindo os R$ 250 mil arrecadados em Brasília, a Federação obteve lucro de quase R$ 140 mil – R$ 63,8 só no jogo longe do Rio.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget