Organizadas de Flamengo e Bota protestam e pedem CPI na Ferj

UOL: Organizadas de Botafogo e Flamengo se uniram nos bastidores para cobrar mudança na Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro). Cerca de 50 torcedores dos dois clubes foram para a porta da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) cobrar a reabertura da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) contra a entidade.

Várias faixas de protesto foram levadas para o protesto. Uma delas ofendia o presidente da Ferj, Rubens Lopes. "Rubinho, devolva os milhões e o sorriso do povo carioca". "Ferj a vergonha do Brasil".

Foto: Divulgação
Com o fim da Taça Guanabara, a Federação do Rio teve lucro de R$ 340 mil. Principais personagens do futebol, os clubes não toveram o mesmo caminho. Lucro? Não. Juntos, Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminense tiveram prejuízo de R$ 1,7 milhão.

A reclamação das organizadas veio um dia após uma reunião entre Ferj e os clubes decidiu que as torcidas ficarão restritas em um determinado setor dos estádios. Nesta terça-feira, botafoguenses e rubro-negros se uniram e a expectativa é que Vasco e Fluminense também se unam aos protestos, que continuarão.

Veja nota divulgada pelos torcedores:

Hoje, dia 20 de fevereiro de 2018, as torcidas do Botafogo (Loucos) e Flamengo (Raça Rubro-Negra, Império e Fla Manguaça) se reuniram para realizar um ato histórico em prol do bem-estar do futebol carioca, que sofre com a má administração e corrupção por parte da federação.

Dentre as reivindicações, está a reabertura da CPI da FFERJ. Segundo os torcedores, a caixa preta do futebol carioca e um dos motivos da atual situação dos clubes. Dias atrás, em reunião conjunta entre a federação e os clubes, ficou decidido que a partir do ano de 2018 as torcidas serão confinadas em espaços reduzidos dentro dos estádios. Medida essa totalmente arbitrária e controvérsia, por ferir os direitos dos torcedores e atacar diretamente a cultura de festas nos estádios.

O movimento hoje iniciado, promete atingir proporções cada vez maiores, unindo torcedores rivais em prol de um único objetivo, o resgate da cultura das arquibancadas, sem qualquer restrição ou impedimento.

Uma delas ofendia o presidente da Ferj, Rubens Lopes. "Rubinho, devolva os milhões e o sorriso do povo carioca". "Ferj a vergonha do Brasil".



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget