É pra Ceifar

Pelos treinos da semana, Vinícius Jr deve permanecer como o décimo segundo titular e entrar para infernizar o adversário na segunda etapa.

FALANDO DE FLAMENGO: Por Sorín

É… Não é assim exatamente uma partida decisiva que deixe qualquer um dos lados entre a vida e a morte. Graças ao regulamento estapafúrdio do Carioqueta, qualquer lado que sair derrotado hoje ganha só uma folguinha extra antes da Fase que Vale do Estadual.

Pra sorte nossa, o FLA-flu ainda consegue manter a sua mística e ter importância mesmo se o confronto for amenizado por circunstâncias como as de hoje, um jogo de influência amena nos destinos da competição. O lado de lá está na semifinal do treco ganhando ou perdendo. Pra nós, o único avanço possível seria triunfar hoje e domingo, pulando direto para a Final e com a vantagem do empate.

Henrique Dourado do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
Devemos ir para a batalha com a força máxima, inclusive com o retorno do Réver após a contusão, e do Paquetá que estava suspenso na rodada passada. Pelos treinos da semana, Vinícius Jr deve permanecer como o décimo segundo titular e entrar para infernizar o adversário na segunda etapa.

Do lado de lá… Do lado de lá… Ainda que o termo “força máxima” precise de interpretações diferentes diante da atual situação das equipes, é assim que o flu vai pro Engenhão. Aqui resultaria em “falta de ritmo”, mas no Laranjal rolou folga para os 11 titulares contra a Cabofriense no domingo. Jogo que terminou empatado e, pelo que se pode entender pelas entrevistas do Abel, por culpa do gramado.

Abelão deu uma ironizada/secada bacana quando perguntado sobre o Dourado: “Se tiver pênalti, vai perder”. Com o Clássico ainda sob os efeitos da goleada tricolor lá em Cuiabá, causada por uma ligeira pane mental da nossa comissão técnica, é hora de ver quem ri por último… Bem… Devido ao regulamento, por penúltimo ou antepenúltimo.

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.

PETISCOS
. VELOCIDADE MÁXIMA. Na outra semifinal, Vasco e Botafogo entraram ligados no 220. Uma correria só. Por questões de adequação, gostaríamos de ressaltar que do lado de cá nossos atletas não são adeptos de tamanha La Intensidade assim.

. MAIS APORRINHAÇÃO. Era um ano, passou pra seis meses, e agora a Agência Mundial Antidoping inventou que quer passar a pena do Guerrero para dois anos. Vamos observar.

. QUEBRANDO O JEJUM. Hoje é dia do Dourado vencer seu primeiro FLA-flu. O problema era só uma questão de lado.

. PELOS FRACOS E OPRIMIDOS. Diante da balbúrdia que é o regulamento, jogamos hoje também por uma causa nobre: ressuscitar o Boavista na competição.

. JUSTO X INJUSTO. Se por um lado hoje tem ingresso até por 10 pratas para ST, uma adequação ao desinteresse que a competição provoca, torna mais estranha ainda a desmedida cobrança dos R$ 60,00 no domingo contra a Lusa em Cariacica.

MESA DA VODKA
. DO LUXO AO LIXO. Se por um lado teremos amistosos de certo glamour nessa semana, casos de Brasil x Rússia e Itália x Argentina, teremos também embates peculiares como Cingapura x Maldivas, Gâmbia x República Centro Africana e Finlândia x Macedônia.

. TITE AJUDA. Comissão técnica da Seleção presenteou os atletas com o livro de autoajuda “Liderar com o coração”.

MESA DA ARCOIRIZADA
. ZERICARDEOU? E não é que teve ligeiro recuo cruzmaltino no segundo tempo? Há quem diga que foi uma das maiores causas do triunfo do Botafogo.

. PRÉ-CHORORÔ. Valentim, na coletiva após a vitória, já deu uma prévia e chorou mais um pouco sobre aquele impedimento do Rhodolfo.

. FINANÇAS. Nem em dia de Clássico o noticiário tricolor tem como deixar de lado os números. Destaque de hoje vai para 18 milhões de atraso da Valle Express, patrocínio principal na frente da camisa.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget