Fagner

MAURO BETING: A respeito de campanha menor de telespectador que enxerga o que não existe e ouve o que não foi falado:

1. Fagner é o melhor lateral-direito que atua no Brasil. Já jogou muito melhor. Mas ainda é.

2. Desde 2016, desde a entrada dura em Ederson do Flamengo, tem abusado da força excessiva em lances desnecessários. Tem respondido além da conta muitas jogadas. Tem trocado entradas duras como a que recebeu no último jogo na Arena Corinthians. Teve uma reação que talvez Dalai Lama também tivesse pelo corte na perna dele.

Foto: Divulgação
3. Rivais, parte da imprensa e alguns árbitros estão pegando no pé dele de tanto que ele passou a erguer o pé de modo brusco. Ele não era assim. Não é um cara de dar porradas. Mas está se perdendo por isso. E até um lugar na Seleção também por isso.

4. A crítica é construtiva. Até por saber que ele sabe jogar bola. É do bem. E não precisa disso. Aliás, ninguém precisa. Gente que sabe jogar como o Chicão dos anos 70, o Dinho dos 90, Felipe Melo e Fagner não precisam entrar tão duro.

5. A crítica ao jogo duro independe de clube. É para o bem do futebol. Alusão a algum esquema por trás disso é inconsequente. E irresponsável como uma voadora no companheiro de trabalho ou um tapa na cara com responsabilidade.


Desde 2016, desde a entrada dura em Ederson do Flamengo, tem abusado da força excessiva em lances desnecessários.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget