Flamengo acusa o Maracanã de cobrar cadeiras que não deve

A concessionária carrega uma má fama (não apenas no Flamengo) quando se trata de repôr produtos danificados.

O GLOBO: Sem atuar no Maracanã desde 27 de janeiro, o Flamengo vive um impase com a administradora do estádio. A concessionária quer que o Rubro-negro pague pela reposição de cerca de 650 cadeiras danificadas na final da Copa Sul-Americana, em dezembro. Só que o clube não concorda com o número apresentado.

Procurado, o Flamengo não quis se posicionar. Mas, dentro do clube, comenta-se que a concessionária cobra por cadeiras que não estão relacionadas aos atos de vandalismo praticados durante a partida contra o Independiente-ARG. Vale lembrar, que neste dia, o estádio foi invadido por pessoas que, além de depredar as instalações, roubaram frequentadores e vendedores.

Foto: Divulgação
O assunto é delicado e não envolve apenas a decisão da Sul-americana. A concessionária carrega uma má fama (não apenas no Flamengo) quando se trata de repôr produtos danificados.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget