Flamengo adota vitória sobre o Emelec no Equador como obrigação

GLOBO ESPORTE: Semblantes baixos, reclamações de arbitragem e um mantra: vencer o Emelec em Guayaquil, no dia 14 de março. O frustrante empate por 2 a 2 contra o River Plate, no Nilton Santos, na estreia, pressiona ainda mais o Flamengo a buscar pontos fora de casa na fase de grupos da Libertadores.

O retrospecto recente, no entanto, não é animador. No ano passado, o Flamengo não conseguiu pontuar fora de casa na Libertadores. Foram três derrotas na fase de grupo, contra Universidad Católica, Atlético-PR e San Lorenzo. Nem mesmo as três vitórias em casa foram suficientes para o time avançar.

- Só de vocês (imprensa) estarem aqui já existe uma pressão. Temos que fazer o nosso trabalho e não deixar que isso nos atrapalhe. Temos totais condições de buscar os três pontos fora de casa.

- Temos que continuar com o nosso foco, com o nosso objetivo, e não podemos deixar esse resultado nos atrapalhar. Temos que buscar esses três pontos contra o Emelec – disse Henrique Dourado, autor do primeiro gol do Flamengo na Libertadores.

Henrique Dourado em Flamengo x River Plate - Foto: Buda Mendes/Getty Images
O técnico Paulo César Carpegiani minimizou as dificuldades encontradas pelo Flamengo nos últimos anos como visitante, mas foi claro: vencer o Emelec virou obrigação.

- Teremos apenas um jogo com a nossa torcida. Mas não vejo muita diferença entre jogar dentro e fora de casa. Um time que se preza como Flamengo, jogar dentro ou fora de casa, não pesa. Vamos enfrentar o Emelec com a obrigação de ganhar.

De volta ao time após três jogos, Juan foi outro que falou sobre a importância de buscar pontos no Equador.

- Sabíamos que seria difícil, contra um grande adversário, com o estádio vazio. O jogo estava controlado até o final, mas eles tiveram a felicidade em um chute de fora da área. Sentimento é que faltou a vitória, especialmente pelas circunstâncias. Temos que pensar no Emelec e buscar os três pontos fora de casa

O Flamengo volta a jogar pela Libertadores, em 14 de março, contra o Emelec, em Guayaquil. Em seguida o time enfrenta o Santa Fé, em 18 de abril, no Rio de Janeiro, com portões fechados. Na sequência pega o time colombiano, fora de casa, na semana seguinte. A quarta rodada será diante do Emelec, provavelmente no Maracanã, em 16 de maio. O último jogo da fase de grupos será contra o River Plate, em Buenos Aires, em 25 maio.


O retrospecto recente, no entanto, não é animador. No ano passado, o Flamengo não conseguiu pontuar fora de casa na Libertadores.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget