Flamengo consegue resultado muito expressivo no Equador

Fez isso no jogo chava. Em Guayaquil, Vinicius Júnior entrou exatamente pelo lado direito, no lugar de Éverton Ribeiro.

PVC: Fazia tempo que o técnico Paulo César Carpegiani pensava em escalar Vinicius Júnior pelo lado direito. Ensaiou, treinou, falou ao jogador que acredita que pode render mais, usando o pé direito pela direita. Mas demorou para escalar.

Fez isso no jogo chava. Em Guayaquil, Vinicius Júnior entrou exatamente pelo lado direito, no lugar de Éverton Ribeiro.

Como Vinicius Júnior foi o cara do jogo, marcou dois belíssimos gols e ajudou o Flamengo a virar a partida contra o Emelec, é muito provável que agora não saia mais da equipe. Vinicius Júnior pela direita, Diego e Paquetá por dentro, Éverton pela esquerda, no sistema 4-1-4-1.

Vinicius Júnior - Arte: @aepedits
O Flamengo conseguiu resultado muito expressivo no Equador. Compensa o tropeço na estreia contra o River Plate. Imagine que fosse o contrário. Quatro pontos na segunda rodada não é nada mal. Como se houvesse vencido o jogo em casa e alcançado o empate que faltou na Libertadores passada.

O Corinthians disputou um primeiro tempo pobre, com poucas situações em que conseguisse deixar seus atacantes no mano a mano com os zagueiros do Deportivo Lara. Por isso, as chances de gol foram raras. No segundo tempo, entregou mais a bola ao rival venezuelano, o que era um erro dos primeiros dez minutos.

Mudou a partir dali. O Corinthians teve 60% de posse de bola no segundo tempo (62% no total) e isso serviu para ganhar o jogo na pressão. Especialmente depois da alteração de Fábio Carille, que escalou Matheus Vital no lugar de Maycon, para jogar quatro meias contra o fechado meio-de-campo venezuelano.

O Corinthians não jogou o que pode. Mas mereceu ganhar.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget